Tecnologia

O que tem valor pra ti?

O que tem valor pra ti?

Tem coisas que tem seu valor avaliado em quilates, em cifras e fins. E outras não tem o apreço nem pagam o preço que valem pra mim… (Luiz Marenco)

Como podemos dar cada vez mais acesso a quem precisa? Como podemos fazer circular recursos que agora estão ocultos e retroalimentam uma cultura de escassez?

Explicando o blockchain

Recentemente, por indicação do meu mano Cristiano, recebi um convite belo e desafiador para participar do TEDxLaçador. Minha missão era clara: explicar blockchain para que qualquer pessoa pudesse entender em 12 minutos.

E assim fomos para a preparação, com todo carinho e cuidado da fantástica Ana Goelzer, construindo essa narrativa, sempre em mente aqueles que nunca ouviram falar sobre o tema.

Começou com pássaros, em uma narrativa bem lúdica, uma fábula (e contei com a ajuda do querido Bruno Seidel), mas não se mostrou eficiente para caber em tão pouco tempo.

valor 01
Comunidades Blockchain são como tribos, cada uma tem valores que acredita e deseja

Mudamos para apresentar um exemplo, aquele do iogurte, que quem já teve aula comigo sobre Blockchain deve conhecer. Mas ainda faltava uma parte para costurar e amarrar tudo isso.

E para esse fechamento, a querida Roberta Ramos me deu um baita apoio. Ela me provocou a trazer uma história real, minha, para colocar ainda mais verdade nessa fala.

TEDx Laçador

Sexta-feira, véspera do evento ensaio feito, toda aquela parafernália de luzes, microfone, produção, assusta um pouco mas estava confiante que daria tudo certo. Minha fala seria no segundo bloco da manhã.

valor 02
Cara de frio na barriga antes de subir no palco

Ao ouvir as palestras, me dei conta que minha fala, minha bandeira, é sobre acesso e como a tecnologia pode dar acesso a quem não tem.

No sábado, ao longo do primeiro bloco, foi caindo uma ficha diferente sobre o que realmente eu iria (e que deveria sempre falar).

Vi o Julio Ritta, do Cozinheiros do Bem Food Fighters, falar que a comida quentinha e o carinho são acesso para fazer um bem ainda maior aos moradores de rua, ao ouvir a Denise Dora falar sobre como o acesso aos conhecimentos jurídicos transformou a vida de mulheres de comunidades do Brasil todo, ao ouvir a Vitória Cuervo falar sobre o quanto a moda deve incluir e dar acesso a todos.

Me emocionei muito a cada fala, me senti em casa e me dei conta que minha fala, minha bandeira, é sobre acesso e como a tecnologia pode dar acesso a quem não tem.

O que tem valor para ti?

Deixo aqui esse convite para que reflita sobre o que realmente tem valor pra ti. E como tu te relaciona com aquilo que tem valor para os outros.

Como podemos dar cada vez mais acesso a quem precisa? Como podemos fazer circular recursos que agora estão ocultos e retroalimentam uma cultura de escassez?

É isso que me move.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Fausto Vanin

Entrepreneurship and Leadership in the Digital World

ARTIGOS RELACIONADOS

Comentários no Facebook