coração
Ciência

Transplantes de coração poderão se tornar obsoletos dentro de 10 anos, afirma cirurgião

Para o britânico Stephen Westaby, os procedimentos estão com seus dias contados

O primeiro transplante de coração foi realizado em 3 de dezembro de 1967, na África do Sul. Na ocasião, um homem chamado Louis Washkansky (54 anos) teve a oportunidade de sobreviver durante 18 dias ao receber o órgão da jovem Denise Darvall (25 anos), pelas mãos do cirurgião Christiaan Barnard.

Passados 50 anos da operação histórica, o renomado cirurgião Stephen Westaby afirmou que os transplantes de coração estão com os seus dias contados. Para o especialista britânico, os transplantes convencionais serão substituídos por bombas cardíacas e células-tronco dentro de 10 anos.

Acredito que a combinação de bombas cardíacas e células-tronco tem  potencial de ser uma boa alternativa que poderia ajudar muito mais pessoas. – Dr. Stephen Westaby

coração barnard

Dr. Christiaan Barnard apresentando o primeiro transplante de coração há 50 anos (Crédito: Bettmann Archive)

Transplantes de coração poderão se tornar obsoletos?

O especialista está convencido de que os transplantes de coração serão mantidos apenas para pacientes com problemas congênitos, que precisam de um novo coração para sobreviver. Para os demais, dispositivos de bombear sangue e injeção de células estaminais em pacientes seriam mais que suficientes.

Embora seja um grande defensor do transplante, o cirurgião do John Radcliffe Hospital, em Oxford (Reino Unido), não se conforma com o procedimento em si. Isso porque, para salvar a vida de uma pessoa, necessariamente exige que a vida de outra pessoa seja suprimida:

Como é que é possível que a sociedade valorize um tratamento que precisa que uma pessoa jovem morra [para ser doadora] e que se aplica a apenas 1% da população? – Dr. Stephen Westaby

Além da questão ideológica levantada, o Reino Unido carece atualmente de órgãos disponíveis para os transplantes. Cerca de 15 mil pessoas com menos de 65 anos podem se beneficiar de um transplante de coração todos os anos, mas existem apenas cerca de 150 órgãos disponíveis.

coração cirurgia

O número de pacientes aguardando um novo coração no Reino Unido triplicou desde 2008 (Crédito: Shutterstock)

Dados recentes da British Heart Foundation (BHF) demonstram ainda que o número de pacientes aguardando um novo coração no Reino Unido triplicou desde 2008. O aumento, no patamar de 162% (cento e sessenta e dois por cento), decorre principalmente do crescimento da população britânica.

Células-tronco e bombas cardíacas

O Dr. Stephen Westaby demonstrou ser possível reverter a cicatrização do tecido do coração ao injetar células-tronco em pacientes submetidos a cirurgia de pontagem (bypass) coronária, procedimento que permite ao sangue contornar uma secção obstruída em uma ou mais artérias coronárias.

O cirurgião pretende agora iniciar testes com células-tronco em pacientes submetidos a bypass. As pesquisas devem iniciar em janeiro de 2018, no Royal Brompton Hospital, em Londres. A expectativa é que as injeções das células estaminais em pacientes evitam a necessidade de um transplante.

coração westaby

Para Westaby, transplantes de coração poderão se tornar obsoletos dentro de 10 anos (Crédito: The Times)

Para o especialista, os recentes avanços tecnológicos no campo da medicina poderão poupar tempo, dinheiro e vidas no futuro. O cirurgião britânico está inclusive desenvolvendo um coração artificial de titânio para “competir” com os modelos atuais, que custam centenas de milhares de libras.

Sir Nilesh Samani, diretor médico da BHF, referiu que a fundação continuará financiando a pesquisa sobre rejeição de órgãos e outras abordagens para ajudar a melhorar as taxas de sucesso dos transplantes, mas sem desconsiderar a possibilidade trazida por Westaby: a de um futuro sem transplantes de coração.

A esperança é que, um dia, essa pesquisa ajudará a fazer operações de transplante cardíaco (e listas de espera para um novo coração) uma coisa do passado. – Sir Nilesh Samani

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Futuro Exponencial é um site dedicado a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade. Contate-nos: contato@futuroexponencial.com

Comentários no Facebook