Transportes

Empresa planeja lançar serviço de táxi voador até 2022

A Vertical Aerospace está planejando lançar um serviço de táxi voador totalmente operacional até 2022. A empresa, que testou seu novo protótipo há poucos dias, pretende inicialmente se dedicar a viagens intermunicipais. Desse modo, a longo prazo, o objetivo é nada menos que revolucionar o transporte pessoal.

Fundada em 2016, a Vertical Aerospace teve como inspiração a Fórmula 1. Ao estudar mais a fundo a tecnologia, o CEO Stephen Fitzpatrick notou que os materiais leves e os sistemas elétricos usados na popular modalidade de automobilismo, além da própria aerodinâmica, eram altamente aplicáveis às aeronaves.

Eu vi uma oportunidade (…) de aplicar a tecnologia da Fórmula 1 à aviação. – Stephen Fitzpatrick (CEO da Vertical Aerospace)

Um novo serviço de táxi voador

Em síntese, o novo protótipo mais parece um drone com as dimensões de um carro de corrida. Com 750 kg, o modelo é capaz de decolar e aterrissar de forma vertical (VTOL). Contudo, o aspecto mais curioso de todo o projeto é que a aeronave foi esboçada, construída e transportada para testes em apenas 12 meses.

serviço de táxi voador 01
Só para ilustrar: a aeronave foi construída em apenas 12 meses (Crédito: Vertical Aerospace)

Leia também:

  • Táxi voador autônomo da Airbus levanta voo pela primeira vez (aqui)
  • MOBi-ONE é um novo conceito futurista de táxi voador (aqui)

Esperamos que nossos veículos pilotados levem pessoas de uma cidade a outra, deixando-as mais próximas de suas casas. – Stephen Fitzpatrick (CEO da Vertical Aerospace)

serviço de táxi voador 02
Em resumo, a Vertical Aerospace testou seu novo protótipo há poucos dias (Crédito: Vertical Aerospace)

Os próximos passos

A princípio, a empresa está apostando em viagens de curta distância. Em síntese, os modelos deverão acomodar dois passageiros e um piloto. Enfim, a decisão por inserir pilotos nas aeronaves – e não torná-las autônomas, como algumas empresas vêm fazendo – se deve para cumprir os regulamentos de aviação.

Acreditamos que levará muito tempo até que reguladores e passageiros concordem com isso. Provar que a tecnologia funciona é muito diferente de provar que nunca falha. É o que o regulamento de aeronaves exige. – Stephen Fitzpatrick (CEO da Vertical Aerospace)

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Redação

Futuro Exponencial é um site que se dedica a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Comentários no Facebook