Tecnologia

Este robô voador pode carregar até 40 vezes o seu peso

Pesquisadores da Universidade de Stanford e da Escola Politécnica Federal de Lausana construíram um novo tipo de robô voador: os FlyCroTugs. Equipados com tecnologias avançadas de aderência, os veículos aéreos são capazes de transportar cargas pesadas, amarrar maçanetas e até abrir portas.

Em resumo, FlyCroTugs significa flying, micro, tugging robots. Desse modo, além de voar (flying), os dispositivos são pequenos (micro) e capazes de puxar (tugging) objetos. Com ajudas de guinchos, adesivos e microespinhos, os robôs pousam e movem objetos com peso 40 vezes superior.

Quando você é um pequeno robô, o mundo está cheio de grandes obstáculos. –Matthew Estrada (estudante de graduação envolvido no projeto)

Inspirados na natureza

De acordo com os pesquisadores, os FlyCroTugs foram inspirados na natureza. Em síntese, os robôs têm garras que imitam as intrincadas estruturas dos dedos das lagartixas. Além disso, executam técnicas de captura e transporte de objetos inspiradas na vespas, insetos que voam rapidamente em busca do alimento.

robô voador 01
 FlyCroTugs significa flying, micro, tugging robots (Crédito: Stanford University)

Vespas voam rapidamente para um pedaço de comida. E, se for muito pesado para carregar, elas o arrastam pelo chão. – Mark Cutkosky (pesquisador envolvido no projeto)

Leia também:

  • Nova capa da revista Time foi produzida com a ajuda de 958 drones (aqui)
  • Suíça está desenvolvendo um sistema para monitorar drones em todo o país (aqui)

O futuro do robô voador

Em testes iniciais, os pesquisadores conseguiram abrir com sucesso uma porta com dois FlyCroTugs. Além disso, usando um controle remoto, fizeram com que um dos drones levantasse uma garrafa de água cheia. Os próximos passos envolvem controlar e integrar vários robôs ao mesmo tempo.

Combinando as forças aerodinâmicas de nosso veículo e as forças interativas geradas pelos mecanismos de conexão, conseguimos criar algo que é muito móvel, muito forte e muito pequeno. – Matthew Estrada

De acordo com os pesquisadores, os robôs poderão ajudar em missões de busca e salvamento, voando pelos prédios desmoronados para tirar os detritos do caminho, se necessário. Seja como for, muitos aprimoramentos, ajustes e novos testes deverão acontecer antes que os FlyCroTugs entrem em ação.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Redação

Futuro Exponencial é um site que se dedica a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Comentários no Facebook