educação
Educação

Como a realidade virtual pode transformar a educação no futuro

As escolas estão nos preparando para um mundo que não existe mais

Ken Robinson é um das maiores autoridades no mundo quando o assunto é educação. Em seu livro Out of Our Minds (2011), o educador britânico refere, com muita propriedade, que os sistemas educacionais de hoje foram criados para satisfazer necessidades de uma era que já passou.

A educação padronizada, mecanizada e linear de antigamente, a partir da qual a maioria dos sistemas de ensino foram desenvolvidas, não faz sentido no mundo atual. Nossos jovens estão aprendendo dentro de um sistema de educação concebido para um mundo que já não existe mais.

Embora resolver o problema da educação no mundo seja um grande desafio, é bem verdade que diversas iniciativas ao redor do globo estão remodelando a forma como aprendemos e absorvemos os conteúdos ministrados em sala de aula. É este, sem dúvida, o caso da realidade virtual.

A realidade virtual está revolucionando a experiência de aprendizagem, possibilitando que jovens aprendam de forma mais rápida e interativa do que nunca. Com esta tecnologia, os alunos podem viajar ao passado, conhecer o universo e visitar museus em diferentes países. Tudo sem sair da sala de aula.

educação vr

A realidade virtual está revolucionando a experiência de aprendizagem (Crédito: Shutterstock)

Uma dos maiores características da realidade virtual é que ela torna a experiência de aprendizagem mais envolvente, inspiradora e transformadora. Através de experiências imersivas, ela envia mensagens poderosas, transformando a mentalidade dos alunos e os capacitando para resolver grandes desafios.

Google Expeditions

O Google lançou recentemente o Google Expeditions, uma ferramenta de ensino com realidade virtual. Com ele, os estudantes podem explorar o mundo sem sair da sala de aula. O dispositivo permite que o professor seja um “guia”, levando seus alunos a visitas de campo altamente imersivas:

Um professor de Biologia pode mostrar aos alunos uma espécie de tubarão em tempo real. Uma professora de História pode levar um grupo de jovens para explorar as ruínas de Machu Picchu. Um professor de Geografia pode levar os estudantes para conhecer a Estação Espacial Internacional.

Com o Google Expeditions, os professores podem levar seus alunos para qualquer lugar do mundo, por meio de viagens virtuais e imersivas. A ferramenta de ensino possui mais de 500 expedições disponíveis e outras estão em desenvolvimento enquanto você está lendo este texto.

Experiências imersivas como estas poderão contribuir para uma aprendizagem mais rápida e com melhor retenção do conteúdo. As aplicações desta tecnologia em salas de aulas são praticamente infinitas.

Clouds Over Sidra

A realidade virtual também pode ser usada para ensinar e difundir a empatia entre jovens. Embora o ser humano seja empático por natureza, nos últimos anos temos presenciado um declínio empático. A intolerância nas redes sociais é um campo fértil para constatar este aspecto.

A empatia envolve colocar-se na pele do outro e, com ele, sentir suas dores emocionais. Na definição de Roman Krznaric, é a arte de se colocar no lugar do outro por meio da imaginação, compreendendo seus sentimentos e perspectivas e usando essa compreensão para guiar as próprias ações.

Existem filmes e documentários muito bem produzidos na Internet, mas a maioria deles jamais permitirá que você  se sinta como se realmente estivesse no local retratado pelo vídeo. É o caso do conflito da Síria. Por mais que você leia a respeito, é impossível imaginar o horror da situação real.

O que a realidade virtual oferece é a indução da “presença”, que ocorre quando seu cérebro está convencido, em um nível muito baixo, de que a simulação que você está experimentando é real. É uma força extremamente poderosa que pode levar você a se sentir literalmente no lugar de outra pessoa.

Ciente deste potencial, o artista visual Chris Milk produziu o documentário Cloud Over Sidra, que leva o espectador ao conflito na Síria. Na película, é possível ver os moradores locais caminhando nas ruas, as crianças brincando e os vendedores comercializando suas mercadorias:

Na maioria dos vídeos existentes na Internet, há uma desconexão entre o espectador e o conteúdo. Na realidade virtual, esta distância desaparece. É por isso que Cloud Over Sidra faz você se sentir como se estivesse lá, criando uma experiência emocional incomparável.

A realidade virtual tem o potencial de nos tornar mais compassivos, compreensivos e conectados, nos levando a enxergar os refugiados não como números, mas como seres humanos com direitos iguais. As experiências imersivas podem conduzir a verdadeira mudanças comportamentais.

Realidade virtual, educação e aprendizagem

Assim como a Internet democratizou a informação, a realidade virtual está democratizando as experiências, incluindo a experiência educacional. Podemos agora finalmente fornecer a cada aluno a inspiração e as ferramentas para melhorar sua vida e o mundo ao seu redor.

A realidade virtual provavelmente jamais substituirá a educação tradicional. Mas, sem dúvida, tem enorme potencial de aprimorar o ensino por meio de simulações e experiências virtuais. Definitivamente, a realidade virtual tem o poder de remodelar a forma como aprendemos.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Futuro Exponencial é um site dedicado a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade. Contate-nos: contato@futuroexponencial.com

Comentários no Facebook