primeiro carro voador
Transportes

Empresa holandesa pretende entregar primeiro carro voador em 2018

O PAL-V Liberty foi projetado para liberar os motoristas das amarras do trânsito

A corrida para lançar o primeiro carro voador para os consumidores está mais competitiva do que nunca. Dentre os principais players da disputa estão a E-volo (Alemanha), Lilium (Alemanha) e AeroMobil (Eslováquia). Embora os protótipos de cada uma das empresas sejam impressionantes, eles, bem… ainda não passam de protótipos.

A pergunta que todos estão se fazendo é apenas uma: quando os veículos estarão voando sobre as ruas das cidades? Os futuristas estão tentando responder a questão há décadas, mas, ao que parece, 2018 deverá ser “o ano”. E quem deverá chegar lá primeiro é a empresa holandesa PAL-V, com o incrível modelo Liberty:

O primeiro carro voador

PAL-V Liberty poderá ser o primeiro carro voador destinado à adoção geral e aplicação no mundo real. A empresa PAL-V pretende entregar a primeira a unidade ao primeiro cliente até o final de 2018 e espera produzir de 50 a 100 modelos em 2019. Se tudo correr bem, algumas centenas de veículos voadores serão produzidas até 2020.

O modelo permite aquilo que a empresa chamou de FlyDriving. Uma vez no interior do PAL-V Liberty, o motorista poderá alternar entre o modo drive e o modo fly antes de iniciar a viagem. Tanto no ar quanto na terra, o PAL-V Liberty pode atingir uma velocidade máxima de 170 km/h.

primeiro carro voador 01

Voar ou dirigir? Com o PAL-V Liberty, você decide (Crédito: PAL-V)

Voar sobre tudo

O PAL-V Liberty foi desenvolvido para permitir que os motoristas economizem tempo com trajetos mais rápidos na rotina “trabalho-casa”, voando sobre montanhas, rios, lagos e, principalmente, congestionamentos:

Pessoas bem-sucedidas odeiam perder tempo. Então nós deliberadamente projetamos o PAL-V Liberty para liberá-lo das amarras do trânsito. (…) Um engarrafamento? Basta voar sobre isso.– Equipe da PAL-V 

primeiro carro voador 02

O PAL-V Liberty facilitaria os trajetos durante a rotina “trabalho-casa” (Crédito: PAL-V)

O futuro do transporte?

O preço planejado para PAL-V Liberty é de € 299,000 EUR (R$ 1.112.280,00) a versão esportiva e € 499,000 EUR (R$ 1.856.280,00) a primeira edição. Além do aporte financeiro, os clientes precisarão adicionar uma licença de piloto à carteira de motorista, e cada veículo deverá passar por 150 horas de teste de voo antes de ser aprovado.

Embora se possa presumir que a licença de piloto e os voos-testes sempre serão necessários, o preço do PAL-V Liberty deverá diminuir nos próximos anos, sobretudo pela possibilidade de se adotar fontes alternativas de energia (como a energia eólica e a energia elétrica).

primeiro carro voador 03

Para dirigir o PAL-V Liberty, os motoristas precisarão adquirir uma licença de piloto (Crédito: PAL-V)

Os carros voadores serão o futuro do transporte? Ainda não sabemos. Mas eles poderiam contribuir de muitas maneiras com nossas sociedades, diminuindo os engarramentos, reduzindo os tempos de voo nos aeroportos e fornecendo alternativas para as pessoas que vivem em locais ermos.

Embora um futuro com carros voadores seja emocionante, a indústria deverá superar alguns obstáculos antes de oferecê-los para comercialização em massa. Dentre os desafios estão a redução de ruídos nas alturas, o risco de queda de passageiros ou detritos dos céus e as questões relativas à regulamentação dos veículos aéreos.

Seja como for, a diferença entre dirigir e voar está se tornando cada vez menor.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Redação do Futuro Exponencial

Comentários no Facebook