Transportes

Conheça Olli, o ônibus autodirigível que conversa com passageiros

A IBM e a montadora independente Local Motors desenvolveram um ônibus elétrico, impresso em 3D, inteligente e autodirigível. O veículo, chamado Olli, combina inteligência artificial, realidade aumentada e aplicativos de smartphones para atender pessoas com deficiências visuais, auditivas, físicas e cognitivas.

Inteligente e autodirigível

Olli é um ônibus totalmente autônomo (sem necessidade de condutor humano). Em resumo, ele usa a mesma tecnologia de inteligência artificial do supercomputador Watson para conversar com os passageiros. A interação se dá por meio de voz e textos apresentados em uma tela dentro do veículo.

olli arizona
Só para ilustrar: Olli em frente à sede da Local Motors, em Phoenix (Arizona)

Detecção de emergências

Olli pode detectar emergências e notificar remotamente um servidor (humano) sobre o fato. Em suma, e tudo por meio de seus vários sensores e câmeras ópticas.

Em síntese, se “sentir” que um passageiro está tendo algum problema médico, o ônibus inteligente ligará para autoridades ou, caso não obtenha êxito, se deslocará para o hospital mais próximo.

Auxílio para cadeirantes

Os sensores do Olli permite reconhecer passageiros esperando nas paradas de ônibus. Ademais, identifica quando eles são detentores de necessidades especiais.

Só para ilustrar: ao perceber que um cadeira está aguardando na parada, o ônibus seria capaz de ativar uma rampa automatizada para ajudá-lo a embarcar.

Detecção de objetos esquecidos

A famosa frase “não nos responsabilizamos por objetos deixados no interior do veículo” não tem muito sentido quando se trata do ônibus inteligente. Os sensores do Olli podem detectar quando os passageiros deixam itens sob seus assentos. Além disso, podem emitir alertas para que os bens possam ser recuperados.

O recurso, aliás, é muito útil para pessoas com demência relacionada à idade e outras deficiências cognitivas, que costumam esquecer objetos com frequência.

Olli interior
Vista do interior do Olli

O futuro do Olli

A Local Motors e a IBM começaram a projetar o Olli no início de 2016 e produziram uma primeira geração do ônibus em junho de 2016. Desenvolvido para transportar pessoas em torno de bairros a velocidades reduzidas (em torno de 35 km/h), o ônibus está em período de testes Alemanha e na Suíça e deve entrar em produção no verão de 2018.

A Local Motors planeja continuar solicitando a opinião pública por mais alguns meses antes de “virar a chave”. Se tudo correr bem, Olli será vendido para cidades, aeroportos, empresas e universidades. O custo? US$ 250.000,00. Além disso, poderá figurar entre os primeiros veículos auto-dirigidos em estradas dos Estados Unidos.

A expectativa da Local Motors é de que as cidades comprem os ônibus para preencher lacunas em seus sistemas de trânsito regulares. Enfim, e não apenas como veículos destinados a pessoas com deficiências.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Redação

Futuro Exponencial é um site que se dedica a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Comentários no Facebook