nanotecnologia
Ciência

Como a nanotecnologia irá transformar o mundo como o conhecemos

O futuro é nano

A maioria dos historiadores atribui ao físico Richard Feynman a invenção do conceito de nanotecnologia. Em seu discurso There’s Plenty of Room in the Bottom (1959), Feynman imaginou um dia em que as máquinas poderiam ser miniaturizadas.

No futuro idealizado pelo físico, quantidades significativas de informações poderiam ser codificadas em minúsculos espaços, pavimentando o caminho para inovações tecnológicas surpreendentes.

Mas foi o livro Engines of Creation: The Coming Era of Nanotechnology (1986), de K. Eric Drexler, que realmente colocou a ideia da nanotecnologia no mapa.

Drexler imaginou um futuro de nanorrobôs auto-replicantes: máquinas que construiriam outras máquinas. O autor também cogitou um mundo no qual uma infinidade de dados e informações poderia se encaixar em um chip do tamanho de um cubo de açúcar.

Mas o que é, afinal, a nanotecnologia?

Nanotecnologia é o conjunto de técnicas multidisciplinares que permitem o domínio de partículas com dimensões extremamente pequenas. Essencialmente, é manipular e controlar materiais no nível atômico e molecular.

Esta manipulação da matéria se dá na escala nanométrica. Um nanômetro equivale a um bilionésimo do metro (1×10–9). Para fins de perspectiva, podemos imaginar algo como uma moeda de 10 centavos em relação ao planeta. É algo definitivamente muito pequeno.

Há pouco tempo se falava em descobertas microscópicas. Hoje, a discussão está ocorrendo em torno das inovações geradas na escala nano. O fato é que a ciência está ingressando em referenciais cada vez menores nas estruturas naturais, com a finalidade de extrair a maior quantidade de benefícios possíveis.

Com um microscópico eletrônico de varredura em mãos, os cientistas atualmente são capazes de criar novas características de partículas desde a sua origem. Com a nanotecnologia é possível, por exemplo, alterar a propriedade de moléculas para repelir a absorção de água e, com isso, construir um tecido impermeável.

Essa tecnologia pode perfeitamente ser inserida em sapatos, camisas ou calças. Você já imaginou caminhar na chuva sem se molhar? Ou não precisar limpar sua roupa de respingos de comida? Isso não somente é possível como já é uma realidade. A empresa UltraTech lançou recentemente uma série de itens nanotecnológicos:

Principais aplicações da nanotecnologia

Os compostos em escala nanométrica estão presentes em diversos produtos usados no cotidiano: band-ais, cremes dentais, bolas de tênis, cosméticos com filtro solar, preservativos, bebedouros e secadores de cabelo.

A nanotecnologia está trazendo consigo a possibilidade de uma verdadeira revolução em nossas vidas. E, o que é mais surpreendente: tudo isso está acontecendo sem que muitos de nós consiga perceber.

As aplicações da nanotecnologia, principalmente no que diz respeito aos nanorrobôs e nanomáquinas, são quase infinitas. O futurista Peter Diamandis elenca aquelas que, em sua visão, serão concretizadas nos próximos anos. Selecionamos quatro delas que possuem o potencial de transformar o mundo como o conhecemos:

1. Tratamento de câncer

Nanorrobôs e nanomáquinas injetáveis poderão acessar nossa corrente sanguínea para identificar e destruir células cancerosas com mais precisão e eficácia.

nanotecnologia 001

Imagine quantos pacientes com câncer poderão ser curados e quantas vidas poderão ser salvas com a utilização de nanotecnologia no futuro.

2. Materiais superfortes e ultrarresistentes

Hoje, diversas pesquisadores se dedicam a estudar os chamados metamateriais, que são materiais artificiais modificados para adquirir propriedades desejadas que não existem na forma natural. Uma equipe da Caltech desenvolveu compostos em nanoescala extremamente leves e, ao mesmo tempo, ultrarresistentes.

nanotecnologia 002

Imagine o emprego dessa tecnologia em veículos que não se destruíssem nas colisões, reduzindo o número de mortes decorrentes de acidentes de trânsito em todo mundo. Ou mesmo imagine a possibilidade de desenvolver materiais ultrarresistentes para residências, que suportassem as adversidades da natureza sem desabar.

3. Esponjas oceânicas

Um estudo publicado na revista IOP Publishing apresentou uma esponja de nanotubos de carbono capaz de absorver contaminantes de água, como fertilizantes, pesticidas e produtos farmacêuticos com muito mais eficiência do que as tecnologias anteriores.

nanotecnologia 003

Imagine os impactos dessa tecnologia no futuro. Imagine a possibilidade de utilizá-la em mares, rios e oceanos para promover um ambiente mais limpo para a fauna marinha.

4. Sensores de saúde

No futuro, nanorrobôs seriam capazes de monitorar nossa saúde, nosso sangue e nossos batimentos cardíacos. As nanomáquinas nos notificariam sempre que algo estivesse errado ou fora do controle. Seriam ainda capazes de detectar alimentos estragados, inflamações em nosso corpo, e muito mais.

nanotecnologia 004

Imagine a possibilidade de ter uma vida mais longeva e com mais saúde.

O poder da nanotecnologia

Longe de ser mera promessa futurística, a nanotecnologia tem enorme potencial para resolver alguns dos maiores problemas que o mundo enfrenta hoje.

A nanotecnologia não apenas poderá melhorar o desempenho humano, como poderá trazer o desenvolvimento sustentável de materiais, água, energia e alimentos e nos proteger contra bactérias e vírus desconhecidos.

O mercado de produtos nanotecnológicos movimenta cerca de US$ 350 bilhões. E a estimativa é de que o patamar alcance US$ 1 trilhão até o ano de 2018.

E esse é apenas o começo de uma nova era. O início de um mundo de infinitas oportunidades para todos.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Redação do Futuro Exponencial

Comentários no Facebook