corporativo
Negócios

O mundo corporativo precisa de líderes exponenciais

A chave está no modelo mental da liderança

Nossas crianças talvez não saberão o que é dirigir um carro, não terão o sonho da casa própria nem conhecerão as doenças crônicas deste século. Jamais definirão a si mesmo pelo trabalho que fazem nem pelo sobrenome corporativo, nem aceitarão trabalhar 15 horas ao dia sufocados por pressões por meta ou líderes controladores.

Gestores e líderes tradicionais foram moldados com base na escassez, no medo, no módulo comando e controle, que tem como pano de fundo a valoração pela falta. Este é o pensamento linear, onde 2 vem depois do um e obviamente o 3 é o número seguinte.

O pensamento exponencial desafia tudo que conhecemos, e não é restrito a um grupo de gênios, pode ser criado ou desenvolvido.

“Mate o obsoleto”

De volta do Singularity University Global  Summit, uma das frases que mais me chamou atenção foi Kill the Obsolete. Radical e direto. Não é possível transformar, só exterminar e criar algo novo. Não aprecio dogmas e jamais considero uma só opinião como a única lei do novo mundo.

Gosto de ouvir de diversas fontes e então fazer conexões lógicas e estruturadas que tragam sentido ao que falo ou faço. Aqui no Brasil movimentos de inovação ganham força e isto é muito bom para nosso país.

Alguns grupos eufóricos e rasos. Claramente aproveitando onda e sinalizando caminhos mágicos, como se isto fosse possível em tempos tão profundos. Outros grupos navegam com mais cuidado e parecem mais sólidos, mais profundos e sustentáveis.

O oba oba do futurismo e das mudanças do mundo não deveria ter o mesmo caminho do coaching, que perdeu o respeito da população porque se tornou banalizado.

corporativo 01

O pensamento exponencial desafia tudo que conhecemos (Crédito: Shutterstock)

O novo mundo corporativo

Há um tempo venho pensando seriamente sobre a real capacidade das empresas tradicionais de se transformarem em Organizações Exponenciais (ExOs), e confesso que tenho dúvidas. Sei que o Fusca pode se tornar um New Beetle mas jamais será um Tesla, e o mesmo se aplica às lentas e engessadas estruturas corporativas.  

O sistema corporativo tradicional tem fortes sistemas de imunidade (glóbulos brancos) que atacam prontamente qualquer ideia de mudança ou inovação. Áreas de TI, jurídico, recursos humanos são os sistemas imunes oficiais.

Nas ExOs não ouço menção a estas áreas, porque o staff e o serviços são contratados sob demanda, e a alta transformação sequer permite controles padronizados. Nos ambientes lineares, há outros grupos velados que resistem à mudança e precisam ser desmobilizados.

É compreensível, porque nós seres humanos temos medo ou pouca fé em tudo que não conhecemos, e lutamos arduamente para salvar nosso território. É isto que nos ensinaram.

corporativo 02

Os “glóbulos brancos” do sistema corporativo tradicional impedem a mudança e a inovação (Crédito: Shutterstock)

O maior sistema imune das empresas tradicionais são os executivos do topo da hierarquia, que são verdadeiros sabotadores da inovação. Buscam respostas mas não priorizam novas ideias.

Omitem seus medos e inseguranças e não dão autonomia para quem pode criar o novo. Anunciam que darão espaço para a inovação, mas na verdade engolem tudo que ameaça o sistema tradicional.

Os CEOs do mundo linear tem o dinheiro, não o poder. Ainda! Isto mudará em breve, quando não souberem mais o que fazer com seus elefantes brancos e seus negócios nada competitivos. O poder mudou de mãos: está com David não com Golias.

O fracasso nas transformações digitais é alarmante. Nas discussões locais e globais, o sucesso da transformação digital ainda não tem unanimidade nem cases de absoluto sucesso.

Criando líderes exponenciais

É preciso mudar a cultura, criar o pensamento exponencial, adaptar e empoderar líderes exponenciais e criar uma estratégia inteligente para lidar com a imunidade do sistema corporativo obsoleto. Precisamos criar o novo em paralelo e multiplicá-lo até que a nova cultura seja mais forte que o sistema tradicional, e o permita sobreviver.

A chave para este movimento está no modelo mental da liderança, que tem se mostrado mal preparada tanto nas empresas tradicionais como nas startups. Precisamos formar líderes com pensamento e estado exponencial. Isto tem pouco a ver com formações em escolas de prestígio, MBAs ou extensa experiência anterior.

Tem a ver com capacidade disruptiva, energia transformadora, coragem e capacidade de engajar pessoas em bons projetos. A cultura exponencial exige pessoas que sejam capazes de liderar projetos e mentes exponenciais com maestria.

corporativo 03

A cultura exponencial exige pessoas que sejam capazes de liderar (Crédito: Shutterstock)

Os atuais homens de negócio hesitam demais, pensam de um jeito atrasado e não priorizam ainda a inovação. Cultura ainda não é uma preocupação real e mesmo líderes que se dizem hábeis no assunto falham, porque pensam de forma linear não exponencial ou disruptiva.

E, para minha surpresa, empreendedores digitais mostraram em uma breve pesquisa apresentada em um evento que estive no Campus SP que liderança é sua última preocupação. Como?

Para criar projetos ou empresas do futuro precisamos ser gente do futuro. Não adianta criar um negócio extraordinário em torno de uma plataforma se quem está por trás disso tem mente obsoleta ou pensamento linear.  

Não precisamos ir ao Vale do Silício para criar o pensamento exponencial, e o Brasil tem capacidade para liderar este movimento. Muitos brasileiros já despertaram, enquanto outros ainda estão na turma do The Walking Deads, totalmente desconectados com o que acontece no mundo.

Há caminhos para transformação:

  • Repense o modelo de negócio
  • Crie estratégia em torno de dados e de plataformas
  • Coloque o cliente antes de seu interesse corporativo
  • Inove de forma rápida e aberta
  • Crie métricas para tomar decisões
  • Adapte seu sistema financeiro
  • Foque em propósito não em produtos
  • Confie em Data Science
  • Coloque pessoas antes de equipamentos ou sistemas
  • Identifique colaboradores e líderes disrutpivos
  • Invista com urgência no desenvolvimento dos líderes para o formato exponencial.

Programas de Liderança Exponencial

Mentoria para Transformação Cultural

Webinar sobre as ExOs. Organizações Exponenciais

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Especialista em desenvolvimento estratégico de liderança. Coach para C-Suite PCC/ICF. Pesquisadora de Futurismo e Empresas Exponenciais. Estrategista na construção de novas culturas corporativas. Diretora da W Aceleradora de Transformação de Negócios.

Comentários no Facebook