lente
Tecnologia

Nova lente biônica promete dar visão perfeita para o resto da vida

Será o fim dos óculos e das lentes de contato?

A empresa canadense Ocumetics Technology Corporation está desenvolvendo uma substituição para a lente natural do olho com objetivo de melhorar radicalmente a visão humana. Chamado Bionic, o dispositivo médico poderá tornar lentes de contato e óculos obsoletos no futuro.

Bionic, a lente do futuro

Bionic substituiria a lente natural dentro do olho humano através um dos procedimentos mais comuns e bem sucedidos da medicina: a cirurgia de catarata. Uma vez implantado, o dispositivo se auto-regularia dentro do olho, conectando-se aos músculos que alteram a curvatura de nossas lentes naturais.

A operação cirúrgica promoveria uma série de melhorias, sendo a principal delas a restauração a visão clara em todas as distâncias. Bionic poderá melhorar a nossa visão em níveis que somente sonhamos.

lente 01

Um modelo da lente Bionic no olho (Crédito: Ocumetics/Superhuman Summit 2016)

Com a lente, seríamos capaz de enxergar a longas distâncias (uma sinaleira a 3 metros de distância teria o mesmo nível de detalhes se vista a 30 metros) e ver com nitidez a distâncias muito próximas (olhando fixamente para uma parte de seu dedo, você poderia ver o detalhe celular nele).

Eliminando distúrbios oculares

O dispositivo eliminaria a miopia (dificuldade de enxergar objetos que estão longe), a hipermetropia (dificuldade de enxergar de perto) e o astigmatismo (irregularidade na córnea que leva a pessoa a ver imagens borradas e estremecidas), distúrbios visuais que afetam a maior parte da população:

lente 02

A lente Bionic eliminaria distúrbios como miopia, hipermetropia e astigmatismo (Crédito: Cema Hospital)

Embora a lente Bionic não possa solucionar todos os problemas ou defeitos associados ao olho humano – como a acromatopsia (cegueira de cores), as córneas nebulosas ou os nervos ópticos danificados –, ela seria capaz de eliminar completamente doenças como a catarata e o glaucoma.

A catarata (perda da transparência do cristalino) e o glaucoma (lesão do nervo óptico) são apontados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como as maiores causas de cegueira no mundo, afetando em torno de 22 milhões de pessoas, com previsão para 30 milhões até 2020.

Mesmo com todos os progressos alcançados pelas técnicas cirúrgicas nos últimos anos, os serviços médicos em muitos países em desenvolvimento ainda são inacessíveis para grande parte da população afetada, que permanece com a doença por não ter recursos para eliminá-la.

lente 03

As lentes Bionic estão atualmente em período de testes clínicos (Crédito: Ocumetics/Superhuman Summit 2016)

Visão perfeita para todos?

Embora não se desconheça que o procedimento será caro no começo – os primeiros adotantes terão de pagar cerca de US$ 3.200 por lente, mais o custo da cirurgia –, em poucos anos as lentes deverão se tornar mais acessíveis, seguindo o crescimento exponencial da tecnologia.

Seja como for, é inegável que iniciativas como a lente Bionic poderão reduzir o número de doenças oculares e salvar vidas no futuro. Isso sem falar na possibilidade de atualização para incluir funções adicionais, como compartilhar sua perspectiva com outra pessoa que também tenha uma lente instalada.

As lentes estão atualmente em período de testes clínicos. Se tudo correr bem, os implantes poderão iniciar em menos de 2 anos. Para saber mais sobre esta surpreendente inovação, confira a apresentação completa do fundador da Ocumetics Technology Corporation, Dr. Garth Webb:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Redação do Futuro Exponencial

Comentários no Facebook