espaço
Ciência

Essas 13 ilustrações dos anos 70 mostram como a NASA imaginava a vida no espaço

As imagens foram desenhadas pelos artistas Don Davis e Rick Guidice

Em meados dos anos 70, a NASA conduziu uma série de pesquisas de verão para imaginar como seria a vida no espaço. Os estudos foram realizados na sede da NASA Ames Research Center e coordenados por Gerard O’Neill, um renomado professor de física da Universidade de Princeton.

O’Neill estava convencido de que construir colônias orbitando a Terra era a melhor maneira de coletar as riquezas minerais de asteroides e de fornecer moradia para milhões de pessoas. Durante 10 semanas, o professor trabalhou com engenheiros, cientistas e arquitetos para verificar tais estruturas eram viáveis.

Como não havia modelagem 3D ou softwares de design gráfico na época, O’Neill contratou os artistas Don Davis e Rick Guidice para ilustrar suas ideias e conceitos. Os artistas, que já tinham trabalhado para a NASA no passado, receberam esboços, especificações técnicas e explicações para produzir as ilustrações.

O relatório final de O’Neill imaginou, em síntese, três tipos de habitats no espaço: colônias toroidais, esféricas e cilíndricas, prevendo o uso de uma força centrífuga para gerar gravidade de forma artificial. As ilustrações de Davis e Guidice retratam a infra-estrutura necessária para construir as instalações:

Colônias toroidais

As colônias toroidais seriam capazes de abrigar entre 10 e 140 mil pessoas. Um enorme espelho seria posicionado no espaço para direcionar a luz do sol à colônia e reproduzir os conceitos de noite e dia que temos na Terra.

espaço 01

Crédito: NASA Ames Research Center/Don Davis

espaço 02

Crédito: NASA Ames Research Center/Rick Guidice

espaço 03

Crédito: NASA Ames Research Center/Don Davis

espaço 04

Crédito: NASA Ames Research Center/Don Davis

Colônias esféricas

As colônias esféricas poderiam abrigar entre 10 e 30 mil habitantes. Nesta modalidade, os moradores se sentiram vivendo em uma espécie de globo de cristal, sendo a luz refletida a partir dos polos da estrutura.

espaço 05

Crédito: NASA Ames Research Center/Rick Guidice

espaço 06

Crédito: NASA Ames Research Center/Rick Guidice

espaço 07

Crédito: NASA Ames Research Center/Rick Guidice

espaço 08

Crédito: NASA Ames Research Center/Rick Guidice

espaço 09

Crédito: NASA Ames Research Center/Don Davis

Colônias cilíndricas

As colônias cilíndricas seriam capazes de acomodar até um milhão de habitantes. Os moradores se sentiriam como se estivessem vivendo na Terra, já que estas colônias seriam compostas de elementos da nossa natureza, tais como rios, lagos, riachos, bosques e florestas.

espaço 10

Crédito: NASA Ames Research Center/Rick Guidice

espaço 11

Crédito: NASA Ames Research Center/Rick Guidice

espaço 12

Crédito: NASA Ames Research Center/Don Davis

espaço 13

Crédito: NASA Ames Research Center/Don Davis

A vida no espaço

As ilustrações de Davis e Guide transformaram as ideias de O’Neill e sua equipe em visões de futuro que não só serviram à comunidade científica como contribuiriam para moldar nossa consciência coletiva. Embora as instalações jamais tenham sido construídas, elas servem como fontes eternas de inspiração.

Influenciadas por estes conceitos criados há mais de 40 anos, empresas privadas estão hoje disputando uma verdadeira corrida especial para colonizar o cosmos. Dentre as iniciativas estão o lançamento de estações espaciais infláveis na órbita lunar, mineração de asteroides e missões tripuladas a Marte.

Qual será a nossa próxima visão do futuro para a vida no espaço?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Futuro Exponencial é um site dedicado a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade. Contate-nos: contato@futuroexponencial.com

Comentários no Facebook