realidade virtual
Virtualidade

A evolução da Realidade Virtual

Conheça algumas das tecnologias que estimularam o crescimento da VR nas últimas décadas

A realidade virtual tem capacidade não apenas de imitar a vida real, mas também de transportar seus usuários para outro mundo. Embora muitas pessoas acreditem que seja uma invenção tecnológica recente, a realidade virtual (VR) tem uma origem curiosa e interessante.

As origens da Realidade Virtual

A equipe do Futuro Exponencial organizou uma lista, em ordem cronológica, de algumas das tecnologias que estimularam o crescimento da VR ao longo das últimas décadas. Confira a seguir:

Anos 30

Em 1929, Edward Link inventou o Link Trainer, o primeiro exemplo de um simulador de vôo comercial. O dispositivo era eletromecânico e controlado por motores, com um leme que simulava turbulência. Veja o vídeo AQUI.

realidade virtual Anos-30

Os Estados Unidos demonstraram interesse na invenção, com a finalidade de treinar os pilotos militares, e compraram seis unidades por US$ 3.500,00. Centenas de milhares de pilotos utilizaram os dispositivos durante a Segunda Guerra Mundial para treinar e melhoram suas habilidades.

O Link Trainer foi patenteado em 1931.

Anos 40 

Em 1939, a Sawyer’s, Inc. criou uma linha de estereoscópios intitulada View-Master. A tecnologia aproveitou a ascensão do filme colorido Kodachrome, da Kodak Eastman Company. Os aparelhos permitiam ver pequenas fotografias tridimensionais por meio de rolos coloridos. Assista ao vídeo AQUI.

realidade virtual Anos-40

Embora originalmente concebido como um dispositivo de educação para adultos, o View-Master passou a ser muito usado por crianças e adolescentes. Estima-se que 1,5 bilhões de rolos tenham sido vendidos.

Anos 50

O especialista em multimídia Morton Heilig sempre enxergou o cinema como uma arte que poderia integrar todos os sentidos, oferecendo ao espectador a maior imersão e entrosamento com o filme.

Essa perceptiva o motivou a desenvolver, na década de 50, uma interessante máquina denominada Sensorama, patenteada em 1962.

realidade virtual Anos-50

O Sensorama foi uma das primeiras máquinas com tecnologia multisensorial imersiva. Era basicamente uma cabine de teatro (semelhante a um fliperama) que estimulava todos os sentidos e permitia a imersão completa no filme.

A tecnologia incluía um display estereoscópico tridimensional, auto-falantes stereo, geradores de fragrância e até mesmo uma cadeira vibrante. Assista ao vídeo AQUI.

Anos 60

Embora bastante inovador para a época, o Sensorama acabou sendo deixado de lado por Heilig, que não conseguiu encontrar financiadores e investidores.

Mas a negativa não o impediu de seguir ao seu novo projeto: a máscara de Telesphere (The Telesphere Mask). A invenção foi o primeiro exemplo de um display montado na “cabeça” (Helmet-Mounted Display – HMR), embora em uma película não-interativa (sem rastreamento dos movimentos).

Em 1961, Comeau & Bryan, dois engenheiros da Philco Corporation desenvolveram o primeiro precursor para o HMD como o conhecemos hoje.

O Headsight, como foi chamado, incorporava uma tela de vídeo para cada olho, e um sistema de rastreamento de movimento ligado a uma câmera de circuito fechado.

realidade virtual Anos-60

O dispositivo foi um grande passo na evolução da Realidade Virtual.

Anos 70

No ano de 1978, o pesquisador do MIT Andrew Lippman, idealizou um sistema hypermedia revolucionário chamado Aspen Movie Map.

Com imagens sequenciais capturadas a partir de câmeras instaladas no topo de veículos (estilo Stop Motion),  o sistema permitia ao usuário fazer um tour virtual pela cidade de Aspen, Colorado, nos Estados Unidos.

realidade virtual Anos-70

Aspen Movie Map possuía uma tela sensível ao toque (touch screen). O usuário também podia navegar pelas ruas usando os botões de comando. Veja o vídeo demonstrativo AQUI.

Anos 80

O termo “Realidade Virtual” somente surgiu em 1987. A autoria da expressão é atribuída ao programador Jaron Lanier. Na época, a empresa de Lanier (VPL Research) desenvolveu o EyePhone, um revolucionário óculos de VR.

realidade virtual Anos-80

O VPL EyePhone foi lançado, em 1989, pelo valor de US$ 9.400,00. Além do headset, o dispositivo acompanhava luvas hápticas para aumentar a imersão dos usuários na simulação computadorizada.

Anos 90

No início dos anos 90, foram lançadas uma série de jogos e máquinas arcade (fliperamas). Jogadores passam a usar óculos VR e com visualização 3D imersiva-estereoscópica, em tempo real. Iniciou-se uma febre mundial de VR.

realidade virtual 1990

Em 1993, a Sega anunciou o headset Sega VR para o console Sega Genesis. O equipamento tinha sensor de rastreamento, som estéreo e telas LCD na viseira. Devido a dificuldades técnicas, o dispositivo permaneceu na fase de protótipo, mesmo tendo a Sega desenvolvido 4 jogos para o produto.

realidade virtual 1993

A Nintendo, também seguindo a febre mundial da VR da época, desenvolveu o Nintendo Virtual Boy, com a pretensão de ser o primeiro console portátil a exibir gráficos 3D. O aparelho, no entanto, foi um fracasso comercial.

realidade virtual 1995

2010

Em 2010, a Microsoft lançou o Kinect, uma linha de sensores de movimentos para os videogames Xbox 360 e Xbox e computadores. O dispositivo cria uma versão digitalizada do usuário, que pode controlar e interagir com o console por meio gestos e comandos de voz, sem a necessidade de controle.

realidade virtual 2010

2011

Em 2011, foi lançado o iPhone Virtual Reality Viewer, um dispositivo que se acopla a um iPhone para criar experiências de visualização tridimensionais e imersivas. Os ambientes 3D movem-se quando o iPhone é movido – o visualizador é mantido aos olhos como um par de binóculos.

realidade virtual 2011

2012

O Oculus Rift foi lançado em março de 2012, a partir de uma campanha de levantamento de fundos do Kickstarter. O dispositivo revolucionou o campo da VR e foi adquirido pelo Facebook em 2014 por US$ 2 bilhões. Atualmente, o Facebook criou uma divisão própria (Oculus VR) para desenvolver o projeto.

realidade virtual 2012

2013

Em 2013, empresa Tactical Haptics trouxe importantes avanços ao mercado de VR com seus controles hápticos (Tactical Haptics VR Motion Controller), sensíveis ao toque, revolucionando a interface homem-máquina. O equipamento proporciona ao usuário experiências totalmente imersivas pelo simples toque.

realidade virtual 2013

2014

Em 2014, foi lançado Google lançou o Google Cardboard, uma plataforma de realidade virtual para uso com smartphones. Feito de papelão, o dispositivo se encaixa facilmente no celular. O usuário coloca o telefone na parte de trás do visualizador e vê conteúdo, imersivamente, através das lentes.

realidade virtual 2014

2015

Lançado em novembro de 2015, o Samsung Gear VR é um headset compatível com os smartphones Galaxy. O equipamento, que se encaixa facilmente no celular, possibilita ao usuário uma experiência imersiva e tridimensional.

realidade virtual 2015

2016

O Microsoft HoloLens, lançado em março de 2016, é o primeiro computador holográfico autônomo. O dispositivo possibilita ao usuário criar hologramas no mundo ao seu redor, bem como interagir com eles. Veja o vídeo AQUI.

realidade virtual 2016


Após tanta evolução nas últimas décadas, qual será o futuro da Realidade Virtual?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Futuro Exponencial é um site dedicado a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade. Contate-nos: contato@futuroexponencial.com

Comentários no Facebook