estudantes
Ciência

Estudantes do MIT revelam protótipo de cidade marciana inspirado em árvores

Intitulado Redwood Forest, o projeto consiste em cúpulas que se ramificam abaixo da superfície

Todos os anos, o Mars City Design organiza uma competição internacional na qual cientistas e engenheiros projetam conceitos inovadores para uma vida sustentável em Marte. Este ano, o prêmio na categoria ‘arquitetura’ ficou com uma equipe de estudantes do MIT, que idealizou um protótipo de cidade inspirado em árvores.

Redwood Forest, um novo conceito para Marte

Intitulado Redwood Forest, o projeto consiste em diversas cúpulas que poderiam abrigar até 50 colonizadores ​​com conforto e segurança. Embora as estruturas não pareçam, à primeira vista, capazes de alojar um número tão grande de pessoas, há muito mais para se ver sob o solo.

Abaixo da superfície do planeta vermelho, cada cúpula se ramificaria em uma rede de túneis intricados. Estas “raízes” conectariam as cúpulas umas às outras e forneceriam proteção contra ameaças de superfície, tais como radiação cósmica, impactos de micrometeoritos e variações térmicas extremas.

Projetar uma floresta também simboliza o potencial de crescimento externo à medida que a natureza se espalha pela paisagem marciana. Cada habitat da árvore incorpora um sistema estrutural de ramificação e um invólucro de membrana inflada, ancorado por raízes de tunelamento. – Valentina Sumini (líder do projeto)

estudantes 01

Redwood Forest consiste em diversas cúpulas que se ramificam abaixo da superfície (Crédito: MIT)

Um projeto desenvolvido por estudantes do MIT

A equipe de estudantes pretende construir um ambiente confortável para os habitantes de Marte, a partir de um sistema voltado para a sustentabilidade. O conceito imitaria física e funcionalmente uma floresta, usando recursos marcianos locais, como gelo, água, regolito e sol para sustentar a vida.

Segundo o estudante George Lordos, responsável pela arquitetura do conceito, cada cúpula seria projetada como um ambiente rico em água. O habitat seria capaz de coletar a energia do sol e de utilizá-la para processar e transportar água a toda a estrutura, fornecendo suporte para construção de fazendas hidropônicas.

estudantes 02

Os idealizados do projeto: George Lordos, Alpha Arsano, Caitlin Mueller e Valentina Sumini (Crédito: MIT)

O planeta vermelho é um ambiente inóspito para seres humanos. Sua atmosfera é fina e oferece uma temperatura média é de  -63ºC (e -195ºC perto dos polos no inverno). Os cientistas também não estão convencidos de que o planeta ofereceria uma quantidade de água suficiente para sobrevivermos.

Embora o conceito Redwood Forest seja inovador, a humanidade deverá considerar uma série de variáveis se quiser realmente viver em Marte. Nesta lógica, qualquer conceito de cidade deverá ser capaz não apenas de garantir a sobrevivência dos colonizadores, mas de tornar sua permanência o mais agradável possível.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Futuro Exponencial é um site dedicado a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade. Contate-nos: contato@futuroexponencial.com

Comentários no Facebook