pensamento computacional
Inovação

Entenda como o Pensamento Computacional irá mudar sua vida no futuro

A Ciência da Computação é muito mais do que desenvolvimento de software

Se você tem mais de 30 anos, com certeza já viu um anúncio de emprego dizendo “Conhecimento obrigatório: datilografia”. Depois, foi a época de se exigir MS-DOS. Então, Windows, Word e Excel. ERP, CRM, CAD, Corel, Photoshop, etc… Mas eis que chegou o momento em que não basta apenas que profissionais sejam exímios usuários de software. Eles agora precisam entender da sua concepção, da sua lógica, da sua construção e funcionamento. Entender, em suma, o Pensamento Computacional.

Quando esse chamado vem de nomes como Bill Gates, Mark Zuckerberg ou até mesmo Barack Obama, é sinal que está na hora de atender. Eles defendem que as crianças aprendam os fundamentos da computação e o desenvolvimento de software desde as séries iniciais.

Com isso, o objetivo não é formar desenvolvedores de software ou cientistas da computação. O argumento é simples: se é importante para as crianças aprenderem matemática e geografia na escola, por que não também aprender os fundamentos da computação? E isso é válido, não só para crianças!

Todo mundo utiliza um pouquinho de lógica em seu dia a dia, especialmente nas coisas mais rotineiras, porém não necessariamente reconhece isso como pensamento estruturado. Quem não lembra do “todo dia ela faz tudo sempre igual…” do Chico Buarque? Então, tá aí um grande exemplo da lógica presente no cotidiano.

pensamento computacional x01

Conhecer como funciona o computador, essa fantástica máquina de resolver problemas, é importante tanto para dominar o desenvolvimento de soluções quanto para que você possa utilizar os princípios e benefícios desse Pensamento Computacional na sua vida e também se tornar uma fantástica pessoa resolvedora de problemas.

Alquimia Computacional

Ao longo dos anos, a evolução na computação, tanto em hardware quanto em software, criou uma variedade enorme de soluções. Você já utiliza a maioria delas e talvez nem saiba.

O impacto das novas tecnologias

Você já deve ter visto notícias sobre fábricas substituindo pessoas por robôs, bancos substituindo pessoas por máquinas, horas e horas de advogados sendo substituídas por software e até mesmo o primeiro robô-advogado sendo contratado.

Fato é que as tecnologias seguem transformando e ressignificando os mais diversos segmentos. Frederico Pistono, por exemplo, é um futurista que já escreveu em seu livro “Robots will steal your job but that’s OK” sobre um futuro em que a maioria das profissões será transformada por tecnologia. Este site aqui, inclusive, traz uma busca para que você possa saber qual a probabilidade do seu trabalho ser substituído por um robô no futuro.

Se você não tem ideia sobre para que servem tecnologias como Machine Learning, Deep Learning, Internet das Coisas, Cloud Computing, Analytics, Blockchain ou Impressão 3D, talvez esteja perdendo algumas oportunidades em seus projetos.

As empresas melhores sucedidas atualmente, independente do seu ramo de atuação, possuem um uso estratégico de algoritmos e tecnologia em seu Molho Secreto. Por exemplo:

  • Waze utiliza aplicativos móveis e GPS para resolver de forma social problemas de trânsito e deslocamento
  • Airbnb utiliza Inteligência Artificial para ajudar os proprietários a calcularem o preço mais adequado de aluguel
  • Netflix combina Big Data com Inteligência Artificial para identificar quais filmes recomendar para você
  • Nike utiliza sensores (Internet das Coisas) nos calçados para ajudar as pessoas a medirem seus exercícios
  • A Babolat utiliza Internet das Coisas em suas raquetes e Analytics para ajudar atletas a melhorarem seu jogo de tênis
  • Empresas como McDonald’s e Starbucks utilizam dados históricos para prever demanda e otimizar sua cadeia de suprimentos

Para construírem seus algoritmos e encontrarem esse diferencial, profissionais e empresas precisam conhecer e dominar a Tabela Periódica da Computação.

Tabela Periódica da Computação

Historicamente, a evolução na computação foi alavancada principalmente pelas guerras. Naturalmente, hoje ainda é uma ferramenta vital para os departamentos de defesa de todos os países. Porém, todas as áreas do conhecimento têm se beneficiado e também promovido o avanço da computação. A figura abaixo contém uma visão lúdica dos principais elementos da computação que surgiram historicamente.

pensamento computacional x02

Na base, estão os elementos mais antigos e fundamentais. O agrupamento por cor dá destaque aos itens relacionados a Dados (vermelho), Teoria da Computação (cinza escuro), Linguagens de Programação (azul), Hardware, Infraestrutura e Realidade (azul escuro).

Cada novo elemento utiliza partes dos já existentes e combina algo novo. Dessa forma, aqueles que dominam as característica de cada elemento podem elaborar grandes combinações para resolver problemas complexos.

O Alquimista

Desenvolver uma solução computacional requer a capacidade de quebrar problemas complexos em porções menores, prever desvios na nossa ideia de “caminho feliz” e até mesmo entender como otimizar o consumo de recursos na execução das rotinas.

Se você tem um projeto ou ideia, provavelmente tem um software que irá ajudá-los a dar certo. Ele não é necessariamente o fim, mas é o meio que leva essa ideia ao sucesso. Portanto, é necessário entender como esse processo funciona.

Desenvolver uma solução é um ciclo, que passa pela concepção da ideia e pelo lançamento de “versões viáveis” da solução. Os Métodos Ágeis (Scrum, Extreme Programing, etc.) são uma grande referência de como esse ciclo funciona.

Se você ainda está na era do “é só um sisteminha” ou “quero um appzinho”, está na hora de se familiarizar com termos como “concepção colaborativa”, “personas”, “MVP” e “sprint”.

pensamento computacional x03

Pensamento Computacional

Nada mais natural do que conhecer bem o funcionamento do computador para criar soluções que façam o melhor uso de seus recursos. Agora, e se usarmos esses princípios para melhorarmos nossa produtividade, qualidade de vida e aprendizagem? Esse é o princípio por trás do Pensamento Computacional.

Os princípios fundamentais do Pensamento Computacional são:

  • Abstração
  • Decomposição e Síntese
  • Reconhecimento de Padrões
  • Algoritmos

Nas coisas simples

Muitos de nós já utilizamos, mesmo sem saber, algum aspecto do Pensamento Computacional no dia a dia. Aqui, vamos descrever alguns exemplos:

  • Como vai? Muitas vezes, para decidir qual meio de transporte vai ser usar para ir a um determinado lugar, se faz uma análise do percurso (decomposição), uso de estacionamento, gasto com combustível, clima (abstração) e se estabelece um plano de viagem (algoritmo)
  • Me ajuda, me ajuda, me ajuda: quando temos uma demanda urgente e pedimos ajuda a várias pessoas, para aproveitar o resultado daquele que retornar primeiro. Ou, quando pedimos ajuda a várias pessoas para que, juntas, resolvam um problema
  • Organiza suas gavetas: separar as roupas por tipo, reduz o espaço de busca e o tempo para encontrar o que precisa
  • De que forma você faz compras no supermercado? Usar a ordenação pode te ajudar a poupar tempo nessa tarefa tão comum em nossas vidas

Atualmente, existem ferramentas para “automatizar” nossas vidas. Um bom exemplo é o IFTTT (pronuncia-se ift mas significa “If this, then that”, se isso, então aquilo), que é uma ferramenta de criação de regras para ações baseadas em gatilhos. É possível, por exemplo, criar ações como “ligar o WiFi do celular toda a vez que chegar em casa” ou “me avise se for chover amanhã”.

pensamento computacional x04

Nas coisas complexas

Da Sociologia ao Direito, da Medicina às Artes. Todas as áreas do conhecimento podem se beneficiar do Pensamento Computacional. Dados movem o mundo. Dados suportam a tomada de decisão. Dados geram informação, conhecimento e sabedoria. Dado é código e código é dado.

  • Para trabalhar um caso complexo, o profissional do direito identifica as questões envolvidas (decomposição), casos similares (reconhecimento de padrões), as partes interessadas, prazos e valores (abstração) e monta uma estratégia (algoritmo)
  • Para lançar uma música, um artista precisa resolver problemas menores, como elaborar a letra, compor a melodia, fazer a gravação e a disponibilização para o público. Cada sub-problema pode ser resolvido em fases. A letra, por exemplo, pode ser decomposta em estrofes, ter padrões de rima e uma ordem dos estrofes, que é o algoritmo, nesse caso
  • Para tratar um paciente doente, o médico precisa resolver problemas menores como efetuar o diagnóstico, definir o tratamento, abordar efeitos colaterais, etc. O diagnóstico, por exemplo, requer uma coleta de sintomas, análise de casos similares e a definição de uma sequência de exames para chegar a uma conclusão

Essa mudança de mindset independe do uso de tecnologias e é o que habilita as pessoas a entenderem melhor problemas complexos, suas partes importantes e definir uma forma de resolvê-los.

O Conceito por de trás

A Ciência da Computação é muito mais do que desenvolvimento de software. De acordo com Jeannette M. Wing, o Pensamento Computacional é:

  • Conceitualizar, não programar
  • Fundamental, não complementar
  • Uma forma como humanos, e não computadores, pensam
  • Complementa e combina com pensamento matemático e de engenharia
  • Ideias, não artefatos
  • Para todos, em todos os lugares
  • Desafiador do intelecto

Para saber mais sobre esse tema, você pode consultar os materiais da Carnegie Mellon, o site especial do Google sobre o tema ou participar conosco no curso Code, da WTF! School.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Entrepreneurship and Leadership in the Digital World

Comentários no Facebook