florestas
Tecnologia

Drones poderão ajudar a salvar as florestas no futuro

Uma engenheira australiana projetou aeronaves capazes de plantar 100 mil árvores por dia

O planeta Terra está perdendo suas florestas a uma taxa muito mais rápida do que os humanos são capazes de replantar. A matemática é simples: estamos cortando cerca de 15 bilhões de árvores por ano e plantando cerca de 9 bilhões. Com isso, há uma perda líquida de 6 bilhões de árvores todos os anos.

Além de causar a redução de biodiversidade da fauna e da flora nativas, as florestas cortadas (ou queimadas) liberam dióxido de carbono armazenado na atmosfera e, consequentemente, contribuem para o aquecimento global.

Embora os números não sejam precisos, estima-se que o desmatamento das florestas acrescenta mais dióxido de carbono à atmosfera (+ de 15%) do que todo o setor automobilístico (14%). Logo, ao cortar ou queimar árvores, estamos prejudicando mais o meio ambiente do que todos os carros e caminhões do mundo juntos.

florestas trees

A defloração acrescenta mais de 15% de dióxido de carbono à atmosfera

Uma solução ao desmatamento das florestas

A engenheira australiana Dr. Susan Graham projetou um par de drones que poderiam reduzir os danos provocados pelo desmatamento. Desenvolvidas pela BioCarbon Engineering – da qual Graham é a CTO –, as aeronaves seriam capazes de escanear a terra, identificar locais ideais para cultivar árvores e plantar sementes no solo.

florestas susan

Dr. Susan Graham com sua equipe (Crédito: BioCarbon Engineering)

O procedimento é realizado por dois drones. Enquanto o primeiro explora, digitaliza e mapeia novas áreas para cultivo, o segundo passa a plantar as sementes no chão. A combinação das aeronaves desempenha a atividade a uma velocidade surpreendente, permitindo plantar 100 mil árvores por dia.

Um par de operadores poderá plantar quase 100.000 árvores por dia. Sessenta equipes como esta nos levarão a um bilhão de árvores por ano. – Lauren Fletcher (CEO da BioCarbon Engineering)

A BioCarbon Engineering vem testando a tecnologia em todo o mundo. Seus experimentos mais recentes ocorreram em Dungog, na região de New South Wales (Austrália). Na ocasião, a empresa demonstrou que os drones poderiam ser eficazes até mesmo para reabilitar terras usadas pelas minas de carvão:

As minas de carvão têm uma enorme quantidade de terra que precisam restaurar, tanto no local da mina ativa (…) quanto nas suas áreas de compensação. – Dr. Susan Graham

O uso de drones é cada vez mais comum em diversas atividades. As pequenas aeronaves têm um potencial incrível não apenas para salvar nossas florestas como para transformar definitivamente o mundo em que vivemos. Sem dúvida, muito mais ainda está por vir. Afinal, agora nem mesmo o céu é o limite.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Futuro Exponencial é um site dedicado a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade. Contate-nos: contato@futuroexponencial.com

Comentários no Facebook