curta
Virtualidade

Curta-metragem representa o Brasil num dos maiores festivais de realidade virtual do mundo

Give me Your Bis concorrerá em três categorias no VR Days 2017
Paulo e Fernanda formam um jovem casal cheio de sonhos e ambições, que possui um filho chamado Guto, além de um segundo bebê que está por vir.
A vida da família, contudo, passa por um momento extremamente tenso e delicado, pois Paulo sofre de uma grave doença cardíaca que o aproxima de uma morte aparentemente inevitável.
Mas este triste desfecho nada planejado tem sua chance de um final feliz. Paulo pode receber, através da doação de um coração, a oportunidade de manter sua vida, seus sonhos e a felicidade daqueles que ama.

Esta é a sinopse de um curta-metragem de aproximadamente 6 minutos chamado Give me Your Bis (Me dê de presente o teu Bis), dirigido pela brasiliense Jaqueline Viana para o formato 360° e que irá representar o Brasil no VR Days 2017, um dos maiores festivais de realidade virtual do mundo, marcado para os dias 25, 26 e 27 de outubro em Amsterdã, na Holanda.

O curta-metragem Give me Your Bis

premiere da obra está marcada para a noite de quinta-feira, dia 26. Na ocasião, o filme concorrerá em três categorias: Best Upcoming Talent (Melhor Talento Futuro); Best for the Soul (Melhor de Alma) e; Best Narrative Fictional Experience (Melhor Experiência Narrativa de Ficção).

curta bis

Give me Your Bis foi dirigido pela brasiliense Jaqueline Viana

Além de representar um formato inovador com o qual ainda estamos pouco familiarizados (o 360°), esta produção carrega uma importante mensagem sobre um assunto que sempre merece ser mais debatido e difundido: a doação de órgãos.

A produção do curta contou com um momento muito especial, quando Jaqueline oficializou um pedido e obteve a autorização de um hospital para gravar uma cena de transplante.

Nessa cena, vemos a remoção do coração do cadáver de um menino de 14 anos que havia se suicidado. A família do jovem consentiu com a doação de todos os seus órgãos e tecidos, o que possibilitou o transplante.

Entusiasta de realidade virtual, a diretora Jaqueline Viana conta que o nome do curta, que se refere ao “teu Bis”, é uma alusão ao trecho da música “Pro dia Nascer Feliz”, da banda Barão Vermelho, o que não deixa de ser uma metáfora alusiva à “continuidade da vida”.

A relação com a banda também se faz presente no próprio enredo do curta, uma vez que o personagem principal, Paulo, tem o sonho de interpretar o falecido cantor Cazuza, que foi vocalista da Barão Vermelho.

O problema da doação de órgãos

Para que o projeto de gravar o filme fosse possível, Jaqueline contou com a ajuda de amigos engajados na divulgação da doação de órgãos, que auxiliaram e realizaram a produção fora de estúdios, além de equipamentos de baixo custo. Outros profissionais também comprometidos com a causa deram sua contribuição para que esse filme fosse produzido. 

Além do trabalho de Jaqueline Viana na direção, o curta conta com a atriz Luana Wernik no papel de Fernanda, o músico e ator Renato Azambuja interpretando Paulo e o menino Mateus Masson fazendo o papel de Guto.

A edição e a trilha sonora ficou a cargo de Bruno Ferreira. Para o roteiro, Jaqueline trabalhou em parceria com Érica Campos. A produção é assinada pela VRBOX Produções.

O trailer do filme, que já está disponível no Youtube, pode ser visualizado através de um óculos de realidade virtual (Oculus Rift, Gear VR, Google Cardboard ou tantos outros). Nesse pequeno trecho de 40 segundos já é possível sentir o clima de drama e emoção que conduz a obra:

O curta, que se define como um “manifesto pela doação de órgãos em Realidade Virtual”, merece nossa atenção por três importantes motivos: por se utilizar de uma mídia tão emergente e promissora como a realidade virtual; por representar o Brasil num festival internacional de tamanha importância e; mais importante ainda, por conduzir essa mensagem tao importante e que salva tantas vidas, que é a doação de órgãos.

Todo sucesso do mundo para a Jaqueline e para o curta! Essa é a conquista que a gente quis: o mundo inteiro acordar e a gente dormir.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

É fã de super-heróis japoneses, quadrinista nas horas vagas e entusiasta de futurismo. É sócio-fundador do Zoonk (zoonk.org). Trabalha como profissional de Criação na Assessoria de Comunicação e Marketing da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc).

Comentários no Facebook