Ciência

Este coração artificial poderá substituir permanentemente um coração humano no futuro

Pesquisadores da Oregon Health & Science University (EUA) estão desenvolvendo o que esperam ser o primeiro coração artificial permanente do mundo. Com um design simples à base de titânio, o dispositivo poderá oferecer mais uma chance de vida às milhares de pessoas que morrem de insuficiência cardíaca todos os anos.

Originalmente desenhado pelo Dr. Richard Wampler – que trabalhou com a equipe responsável por projetar a primeira válvula cardíaca artificial –, o equipamento está agora sendo construído por uma equipe de pesquisadores do OHSU Knight Cardiovascular Institute, liderada pelo médico Dr. Sanjiv Kaul.

OHSU foi o primeiro a ter uma válvula cardíaca artificial, e agora estamos com o objetivo de ser o primeiro a ter um coração artificial permanente e prático. –Dr. Sanjiv Kaul 

coração artificial 01
O médico Dr.  Sanjiv Kaul (Crédito: OHSU)

O primeiro coração artificial permanente

Com um design simples mas extremamente robusto, o coração artificial cria um fluxo sanguíneo que imita um pulso natural. O dispositivo substitui as duas câmaras inferiores do coração humano (ventrículos esquerdo e direito) por uma única câmara cilíndrica, que contém uma haste oca em seu interior.

Considerando que o coração humano bate 14 milhões de vezes por ano, é crucial que um coração artificial seja durável e robusto. O design simples e eficiente do nosso coração artificial torna o seu potencial de falha muito baixo. – Dr. Sanjiv Kaul 

O papel da haste é empurrar o sangue aos pulmões, de modo que esses possam extrair oxigênio e depois transportar o sangue oxigenado ao redor do sistema circulatório. Para realizar a ação de bombeamento, a haste se movimenta para frente e para trás (vai-e-vem) usando uma bateria recarregável.

A bateria recarregável que alimenta o coração artificial pode ser transportada em um bolso, em uma mochila ou mesmo ser presa a um cinto. Segundo os pesquisadores da OHSU, a bateria deverá em breve ser implantada sob a pele do usuário e, principalmente, ser recarregada externamente.

coração artificial 02
O dispositivo tem potencial para ser o primeiro coração artificial permanente do mundo (Crédito: OHSU)

Dr. Sanjiv Kaul e sua equipe já experimentaram duas versões do protótipo. Uma versão maior foi testadas em vacas, sem que tenham sido verificados quaisquer problemas ou efeitos colaterais. Após o sucesso do experimento, uma versão menor do protótipo foi testada em ovelhas, também com êxito.

A OHSU planeja agora iniciar mais testes em ovinos, com duração de três meses. Se os testes forem bem-sucedidos, a Universidade solicitará permissão federal para testes clínicos em humanos. A expectativa do Dr. Sanjiv Kaul é que o design simples supere as limitações dos corações artificiais anteriormente construídos.

Se funcionar por tanto tempo, poderemos colocá-lo em pessoas. – Dr. Sanjiv Kaul 

Nos Estados Unidos, cerca de 4.000 pessoas estão à espera de um transplante de coração. Em média, os primeiros da fila aguardam seis meses até que o órgão seja disponibilizado. O dispositivo projetado por Dr.  Kaul e sua equipe poderá ajudar a salvar a vida desses milhares de pacientes que morrem à espera do transplante.

O coração artificial deverá estar disponível para pacientes em cinco anos – ou até mesmo mais cedo.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Redação

Futuro Exponencial é um site que se dedica a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Comentários no Facebook