consultoria
Cultura

Empresa de consultoria revela 7 previsões para o mundo em 2030

O estudo foi desenvolvido pela Frost & Sullivan 

Considerada uma das maiores empresas de consultoria nos Estados Unidos, a Frost & Sullivan recentemente inaugurou um departamento específico para analisar quais desenvolvimentos científicos têm potencial para transformar os mercados, os negócios e, sobretudo, o mundo em que viveremos.

O Visionary Innovation Group da consultoria analisa sinais do presente, identifica oportunidades baseadas em cenários e pesquisa tecnologias emergentes para fornecer a empresas globais tanto um plano de contingência quanto uma estratégia de longo prazo, incluindo planejamento de produtos à luz das novas tendências.

Em um recente estudo, o grupo analisou como nossos corpos, nossos pensamentos e nossos comportamentos evoluirão nos próximos 10-15 anos. Após identificar as forças motrizes que transformarão estes três pilares fundamentais, a empresa revelou suas 7 previsões para 2030:

1. Nossos corpos serão aumentados, estendidos e aprimorados

Os seres humanos serão mais inteligentes, mais fortes e mais capazes no futuro. A afirmativa é baseada, sobretudo, nos avanços dos wearables. Embora as tecnologias vestíveis hoje se restrinjam ao monitoramento de atividades físicas, elas serão uma forma de extensão do corpo humano nos próximos anos.

consultoria 01

Os wearables serão uma forma de extensão do corpo humano nos próximos anos (Crédito: Shutterstock)

Já existem projetos de lentes de contato capazes de tirar fotos ou vídeos, fones de ouvido que traduzem conversas em qualquer língua e em tempo real, além de exoesqueletos que aumentam a força física. Todas estas tecnologias serão capazes de aumentar, estender e aprimorar nossos corpos.

2. Nossos processos de pensamento serão mais rápidos e transferíveis

Empresas como Neuralink e Facebook e agências governamentais como DARPA estão desenvolvendo as chamadas interfaces cérebro-computador (BCI) e interfaces cérebro-máquina (BMI). Estas tecnologias poderão alterar drasticamente a maneira como nos comunicamos no futuro.

consultoria 02

No futuro, a comunicação ocorrerá na velocidade do pensamento (Crédito: Shutterstock)

Hoje, quando uma pessoa fala com outra, ela está limitada pela velocidade com que pode pronunciar as palavras. Quantas palavras você consegue dizer em 10 segundos? Já quando uma pessoa está no computador, ela está limitada pela velocidade com que pode digitar. Quantas palavras você consegue digitar em 10 segundos?

Com as BMIs, a comunicação ocorrerá na velocidade do pensamento. Hoje, quando compartilhamos nossas experiências de férias, carregamos fotos e vídeos nas redes sociais. Com esta tecnologia, poderemos compartilhar nossa experiência de férias de forma sensorial e emocional com amigos e familiares.

3. Gamificação e ciência comportamental aumentarão a produtividade humana

Muitas empresas estão combinando ciência comportamental e gamificação com Inteligência Artificial (AI). As técnicas de gamificação usadas incluem recompensas, prêmios e ferramentas para que o usuário mantenha seu interesse nos produtos ou serviços oferecidos, estimulando a liberação de dopamina.

consultoria 03

Muitas empresas estão combinando gamificação com inteligência artificial (Crédito: Shutterstock)

Nessa lógica, a tendência é que a gamificação seja cada vez mais aplicada aos consumidores para gerar compras mais frequentes e volumosas. Ao que tudo indica, muitos cientistas comportamentais serão exigidos em departamentos corporativos de Recursos Humanos (RH), estratégia e consultoria até 2030.

4. Seremos mais empáticos

A adoção massiva da realidade virtual tem potencial para desempenhar um papel influente em nossa capacidade de compreender perspectivas diferentes das nossas. A empatia é justamente a capacidade de se colocar na pele do outro, no lugar do outro e, com ele (ou com ela), sentir suas dores emocionais.

consultoria 04

A realidade virtual tem potencial para nos fazer compreender perspectivas diferentes das nossas (Crédito: Shutterstock)

A realidade virtual poderá ser usado para entender a situação dos refugiados, o que nos tornaria cada vez mais propensos a agir, e não somente publicar um desabafo nas redes sociais. Com esta tecnologia, projetaremos ainda quão melhor será nossas vidas daqui a 50 anos se economizarmos alguns reais por mês.

5. A personalizações atingirá novos patamares

Vivemos a era da personalização. Os gigantes da Internet buscam saber o máximo possível sobre seus clientes. Se nosso comportamento já é vendido como mercadoria hoje, a personalização provavelmente atingirá um grau mais elevado nas práticas de marketing, abrangendo todos os aspectos de nossas vidas.

Além de informações referentes à localização e histórico de compras, os comerciantes poderão usar filtros emocionais. Isso significaria modificar, em tempo real, a propaganda (necessariamente, o teor da mensagem) em resposta ao nosso humor naquele exato momento.

consultoria 05

A personalização atingirá patamares ainda mais elevados (Crédito: Shutterstock)

A personalização também se estenderá às nossas casas, com dispositivos domésticos inteligentes definindo, a partir de nosso humor, a iluminação e música apropriadas. A personalização da AI poderá afetar ainda nossa trajetória de carreira, desempenhando um papel orientador nas posições que nos são oferecidas.

6. As práticas comerciais mudarão significativamente

Alguns futuristas preveem que as empresas terão uma máquina/sistema de AI como membro de seu conselho de administração até 2026. Embora não seja possível garantir este cenário, o fato é que a AI mudará significativamente as práticas comerciais.

consultoria 06

A inteligência artificial mudará significativamente as práticas comerciais (Shutterstock)

Enquanto alguns funcionários serão substituídos por sistemas automatizados, outros trabalharão em colaboração com as máquinas. Haverá trabalhadores insatisfeitos, mas também funcionários plenamente realizados, que poderão se dedicar a tarefas mais cognitivas e menos repetitivas.

7. Diálogos focados em nossos valores sociais receberão mais atenção

À medida que as novas tecnologias afetam nossos corpos, nossos pensamentos e nossos comportamentos, ao que tudo indica haverá um debate em torno de quais são nossos valores como indivíduos, como país e como espécie. O que mais valorizamos? Inteligência, autorrealização, sucesso, felicidade, qualidade de vida?

consultoria 07

No futuro, quais serão nossos valores como indivíduos, como país e como espécie? (Crédito: Shutterstock)

Se um país decidir que deseja criar uma nação de cidadãos super inteligentes e fisicamente aprimorados, os demais países poderão ter uma escolha diferente ou deverão seguir o exemplo? Perguntas como estas poderão ser objeto de inúmeros debates no futuro, levando a inúmeros outros questionamentos.

Consultoria para o futuro

Embora muitas empresas direcionem seus investimentos para estudar o futuro próximo (que abrange o período de 5 a 10 anos), poucas realmente se dedicam a estudar os impactos das tecnologias exponenciais e as mudanças de comportamento que poderão sobrevir após uma década.

O Visionary Innovation Group da consultoria Frost & Sullivan acredita que esta transformação será bagunçada, complexa e até mesmo assustadora, mas os sinais apontam para um futuro no qual seremos mais produtivos,  inteligentes, fisicamente aprimorados, empáticos e preocupados com nossos valores.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Futuro Exponencial é um site dedicado a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade. Contate-nos: contato@futuroexponencial.com

Comentários no Facebook