mindset
Inovação

Como desenvolver um mindset exponencial

A mudança de pensamento traz consigo possibilidades reais de inovação

Estamos vivendo uma era marcada por uma velocidade alucinante, repleta de turbulências imprevisíveis e mudanças exponenciais para as quais não estamos preparados. Contudo, a maioria de nós ainda opera de forma industrial (mindset linear) e não se conscientizou plenamente da força dessa onda de transformações.

No âmbito dos negócios, as organizações do mundo todo estão tendo dificuldades para acompanhar o ritmo acelerado de todas as mudanças. As estruturas e sistemas do século passado não são mais capazes de corresponder às novas demandas.

Os ajustes incrementais no modo de administrar empresas, embora tenham funcionado durante décadas, deixaram de ser suficientes. Para percorrer a jornada do mercado competitivo atual, mudanças ainda mais ousadas são necessárias.

A famosa frase proferida por Albert Einstein – não podemos resolver problemas usando o mesmo tipo de pensamento que usamos quando os criamos – nunca fez tanto sentido como hoje.

Para alcançar resultados inovadores em uma era de profundas transformações, devemos, antes de mais nada, mudar nossa forma de pensar.

Uma nova mentalidade para compreender a nova realidade

Enquanto alguns profissionais têm escrito sobre como planejar estratégias e transformar seus negócios em organizações exponenciais, o consultor e empresário Mark Bochek tem se dedicado a revolucionar a mentalidade incremental no mundo dos negócios.

Com a missão de expandir a capacidade de crescimento exponencial e criar mudanças transformadoras, Bochek fundou a Shift Thinking. Desde 2015, a empresa tem instruído organizações a desaprender seus modelos mentais atuais e substituí-los por formas mais poderosas de pensar, auxiliando-as a mudar de incremental para exponencial.

Nós vivemos em um momento de profunda disrupção e mudanças aceleradas. Como líderes, devemos mudar o nosso pensamento e atualizar nossos mapas mentais para navegar nesta paisagem nova e desconhecida. – Mark Bochek

Em seus trabalhos com clientes, Bochek destacou que muitos líderes acreditam que estão criando valor exponencial e planejando estratégias revolucionárias somente por usar tecnologia digital nos produtos e serviços de suas empresas.

No entanto, tal raciocínio é completamente equivocado e fruto de uma mentalidade linear, que ainda predomina na maioria das empresas. Para criar valor exponencial no mercado – assinala Bochek –, primeiro devemos criar um mindset exponencial.

Você tem que mudar o que você faz, mas primeiro você tem que mudar a maneira como você pensa.Mark Bochek

Mas como adotar essa nova perspectiva de mundo?

Em busca do mindset exponencial

Em artigo publicado na Harvard Business Review, Bochek explica que para cada fase da jornada de negócios (lançamento, crescimento e expansão) o papel dos mindsets incremental e exponencial tem determinadas particularidades.

grafico mindset

Crédito: Harvard Business Review (HBR)

1) Lançamento 

Durante a fase de lançamento, você e sua equipe precisam desenvolver e aperfeiçoar o modelo de negócios. A abordagem proposta no livro The Lean Startup – testar, iterar e pivotar – é uma das maneiras corretas de iniciar. Mas, ao mesmo tempo, você também se deve perguntar:

Estou pensando sobre o negócio de forma incremental ou exponencial?

A mentalidade incremental desenha uma linha reta do presente para o futuro. Se você consegue ver exatamente como vai chegar daqui para com seu plano de negócios, você está pensando seu projeto de forma linear.

Isso porque, como afirma Bochek, modelos exponenciais não são retos. Eles são como uma curva na estrada que você somente se depara ao virar da esquina – e mesmo quando se depara com ela, você ainda não consegue enxergá-la, porque a curva sobe.

Desenvolver um mindset exponencial na fase de lançamento significa se conscientizar de que não existe um plano de negócios ideal; que não existe um procedimento correto passo a passo. Qualquer estratégia tem inerente incerteza nessa etapa.

Sem um mindset exponencial, o Google nunca teria criado uma visão tão ambiciosa como “organizar as informações do mundo”. Sem um mindset exponencial,  o Facebook nunca teria se estabelecido para “tornar o mundo mais aberto e conectado”.

Em suma, você não precisa saber que coisas vão parecer no outro lado da curva (ou de que forma elas vão aparecer). A mentalidade exponencial o ajuda a se sentir confortável com a incerteza e, ao mesmo tempo, mais ambicioso com a sua visão.

2) Construção

Muitas empresas são capazes de ultrapassar a fase de lançamento com uma mentalidade exponencial: elas gerenciam sua incerteza, arriscam alto e iniciam a viagem, embora sem a capacidade de enxergar para além da curva.

Mas então algo acontece. Ou, melhor dizendo, algo não acontece. É nesse momento que muitos líderes desistem por não compreender a natureza do crescimento exponencial.

Enquanto o crescimento linear fornece resultados imediatos e constantes, que podem ser visualizados, avaliados e quantificados com mais facilidade, o crescimento exponencial gera resultados que se aceleram ao longo do tempo.

É por isso que não conseguimos ver um aumento significativo dos resultados no começo da jornada de negócios – não até a segunda parte, quando a linha então começa a dobrar. As coisas acontecem muito lentamente antes que ocorram muito rapidamente.

Como fomos criados com uma mentalidade local e linear, temos a tendência natural de medir o progresso de forma incremental. Contudo, modelos exponenciais não funcionam dessa forma. E isso gera um grande problema.

Após meses esperando “algo acontecer”, sem saber que deveriam aguardar um pouco mais, muitas organizações abandonam o modelo exponencial e adotam o incremental.

Bochek constata esse tipo de comportamento com frequência durante seus workshops destinados a gerar novas maneiras de pensar sobre marketing, cultura e estratégia.

Em determinado momento do workshop, invariavelmente um dos participantes pergunta algo como “então, quando vamos começar a fazer algo?”. A razão do questionamento é que ele (assim como muitos) está ainda operando com um mindset incremental.

É justamente quando as pessoas ficam impacientes com os resultados (na expectativa de que as coisas aconteçam logo) é que a atenção deve ser redobrada.

Isso porque essa inquietação pode ser usada por adversários ou céticos para convencer os stakeholders a rejeitar o exponencial em prol do incremental, fechando portas e janelas para oportunidades únicas que talvez nunca mais apareçam.

O mindset exponencial ajuda você a ser mais resiliente, e o lembra de que a espera pode vale a pena: afinal, a maior parte do progresso inicia quando a curva começa a dobrar.

3) Crescimento

Após lidar com a incerteza dos primeiros dias e a impaciência da fase intermediária, você chegou no momento tão aguardado: a curva. Agora, o crescimento está acontecendo mais rápido do que você pode lidar.

O mindset incremental levaria primeiro você a tentar controlar as coisas. Mas isso seria um grande erro. Para sustentar os retornos de aceleração, você precisa mudar sua mentalidade sobre como mobilizar e gerenciar recursos.

O mindset incremental pressupõe que é preciso mais entradas (insumos) para produzir mais saídas (resultados). À medida que o negócio começa a acelerar, a equipe passa a procurar mais recursos em proporção ao crescimento.

O problema é que a adição de muitas pessoas (contratação de funcionários) ou recursos (matéria-prima e equipamentos) na empresa passa a impedir o crescimento.

Para Bochek, é necessário então mudar a mentalidade para descobrir, no próprio negócio, como uma única entrada adicional pode criar um saída até 10 vezes maior; e aplicar o novo mindset em relação à maneira como mobiliza e gerencia seus recursos.

A mentalidade incremental sobre gerenciamento é como criar uma linha de dominós. Tudo precisa ser altamente coordenado com supervisão ativa para fazer progressos um passo de cada vezA mentalidade exponencial é como esta demonstração com bolas de pingue-pongue em que as coisas acontecem em paralelo com um foco sobre as interações entre os participantes. Mark Bochek

A ansiedade decorrente da perda de controle pode facilmente empurrar as empresas fora do caminho exponencial de volta para o caminho incremental. É aí que entra o mindset exponencial, ajudando a crescer a saída (resultados) de forma mais rápida do que a entrada (insumos) e capacitando as equipes para alcançar alinhamento e autonomia.

Os modelos de negócios digitais estão exigindo, mais do que nunca, um novo mindset. O verdadeiro desafio é que líderes e organizações “desaprendam” as formas tradicionais de pensamento para, então, abraçar o desconhecido.

A mudança de pensamento (de incremental para exponencial) traz consigo possibilidades reais de inovação. E, então, como está o seu mindset?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Redação do Futuro Exponencial

Comentários no Facebook