Virtualidade

Startup revela plataforma de colaboração em realidade aumentada

A startup Spatial desenvolveu uma inovadora plataforma de colaboração em realidade aumentada. A tecnologia usa o espaço ao seu redor para criar um local de trabalho 3D compartilhável, permitindo que usuários remotos conversem e compartilhem conteúdo como se estivessem na mesma sala.

A solução transforma qualquer ambiente em um espaço de trabalho, adicionando elementos virtuais à realidade. E como funciona exatamente na prática? Em primeiro lugar, os usuários criam seu avatar. Depois, colocam o headset de realidade aumentada. Por fim, se transportam virtualmente para outro ambiente.

Colaboração em realidade aumentada

Com a plataforma, os usuários podem:

  • Conversar e interagir em tempo real;
  • Importar fotos e documentos de seus smartphones;
  • Disponibilizar resultados de pesquisa na Internet; e
  • Integrar objetos 3D virtuais nas reuniões.
colaboração 01
Usuários remotos podem interagir como se estivessem na mesma sala (Crédito: Spatial)

Desafios à vista

Embora inovadora, a tecnologia está longe de ser perfeita. Por exemplo, a plataforma de colaboração ainda sofre com o estreito campo de visão dos headsets de realidade aumentada atuais. Sendo assim, os usuários não são capazes de ver todos os arquivos/documentos, mas apenas alguns deles.

Além disso, há a questão do tempo de usoOs headsets não são exatamente confortáveis, e usar por longos períodos pode ser um problema. Mas o CEO da startup, Anand Agarawala, parece estar convencido de que são impasses momentâneos. Conforme ele, tudo será resolvido com futuras versões dos aparelhos:

Isso vai melhorar com o tempo. – Anand Agarawala (CEO da Spatial)

colaboração 02
A solução transforma qualquer ambiente em um espaço de trabalho (Crédito: Spatial)

Protegendo os “segredos comerciais”

De acordo com Agarawala, a plataforma colaborativa poderá se tornar uma solução viável para estúdios de cinema. Em especial, aqueles que buscam proteger os storyboards. Sendo assim, projetos não anunciados não correriam risco de ser filmados por smartphones de funcionários de limpeza desonestos.

Qualquer pessoa que passasse por ela [a plataforma], não veria nada. – Anand Agarawala (CEO da Spatial)

Os planos da startup envolvem nada menos que revolucionar a maneira de trabalhar em equipe, eliminando as videoconferências e as viagens de trabalho. De acordo com a Spatial, as pessoas que estão trabalhando remotamente finalmente agora se sentirão parte em uma reunião.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Redação

Futuro Exponencial é um site que se dedica a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Comentários no Facebook