Cultura

Quando dois “cartoleiros” do basquete criaram a internet como a conhecemos hoje

Sabe esses jogos fictícios no estilo Cartola FC e Brazuca FC, no qual você monta seu time com jogadores da vida real e compara o seu desempenho com o dos times escalados pelos seus adversários? Pois foi graças a esse tipo de brincadeira que tivemos o surgimento de buscadores como Yahoo, Google e a internet (e o mundo) como a conhecemos hoje.

Mais insano ainda é constatar que foi graças a dois jovens entediados que, ao bolar um jeito malandro de se dar bem nesse jogo, mudariam completamente a história de nossas vidas.

A internet como a conhecemos hoje

Antes das explicações, vale esclarecer que esse tipo de jogo se chama “fantasy sports” e que é muito popular, principalmente na internet. Agora, vamos imaginar que você está participando de uma competição dessas com outros adversários e só você tem acesso a internet. Só não pode usar buscadores como Google ou algo do tipo.

Apenas sites especializados acessados diretamente pela URL. Ainda assim, parece covardia, né? E foi justamente o que aconteceu quando Jerry Yang e David Filo, dois estudantes de Engenharia Elétrica em Stanford, descobriram um jeito de vencer um concurso da Liga de Basquete universitária.

O ano era 1994 e a internet era um terreno totalmente obscuro e desorganizado. Bem diferente do oceano de possibilidades e informações que temos hoje. Yang e Filo bem que deveriam estar focados em seus estudos, mas foram basicamente “abandonados” quando seu professor orientador resolveu tirar um ano sabático, deixando os dois à própria sorte.

Aproveitando o tempo livre, a dupla descobriu um jeito de vencer o concurso “fantasy” de basquete graças aos seus conhecimentos hackers. E “conhecimentos hackers” aqui siginifica “saber vasculhar na internet” (lembrando sempre: 1994).

Foi graças à internet que Filo tinha acesso a informações quentes e atualizadas das partidas e dos jogadores basicamente em tempo real. Pode parecer algo óbvio nos dias de hoje, quando usamos a internet para qualquer tipo de consulta imediata mas, naquela época, foi o grande diferencial que a dupla encontrou para superar seus adversários, que não sabiam procurar na internet e dependiam das informações impressas no jornal do dia seguinte.

O próprio Jerry comenta, em entrevista, que eles venceram o concurso “de lavada” e que a “ajudinha” da tecnologia talvez não tenha sido tão decisiva assim na vitória, apesar de ser uma história divertida. Pode até não ter sido, mas sua contribuição para a história da humanidade foi muito além de uma vitória num fantasy game.

O fato é que, procurar na internet não era das tarefas mais fáceis numa época em que sequer existia Google ou Wikipedia. E foi graças à busca manual e minuciosa em sites especializados que eles encontraram um jeito de transformar isso em um negócio.

Algo que ainda era muito incerto numa época na qual a internet engatinhava: um sistema de buscas no navegador. Nascia assim o “Jerry and David’s Guide to the World Wide Web”, que mais tarde passaria a se chamar Yahoo!

Sim, o famoso Yahoo do qual você certamente já ouviu falar, surgiu assim. Além de tornar Yang e Filo bilionários e se consolidar como um sinônimo de buscas na internet à sua época, o Yahoo pavimentou um caminho que mais tarde seria percorrido e dominado por seu irmão mais novo, o Google (1998).

Aliás, o próprio Google, que hoje vale mais de US$ 380 bilhões, chegou a ser oferecido ao Yahoo pelo valor de R$ 1 milhão e, adivinha… foi rejeitado! O tempo se encarregou de inverter a relevância de ambas as empresas.

O Yahoo foi comprado pela Verizon Communications em 2017 por 4,8 bilhões de dólares, Yang e Filo já não possuem mais envolvimento algum com a empresa e a força do nome parece que foi a única coisa que restou dessa bonita história.

Sem o Yahoo, o Google dificilmente existiria e a internet hoje seria completamente diferente. Isso sem falar nas inúmeras iniciativas e projetos viabilizados pela Alphabet, holding do Google, que vão de buscador na web a projetos revolucionários envolvendo games, smart cities, inteligência artificial e até imortalidade.

O Yahoo também teve uma participação importante na história do Alibaba, um dos maiores grupos de e-commerce do mundo, quando comprou 40% das ações da empresa em 2005 pela bagatela de US$ 1 bilhão.

Pode parecer loucura mas, quando os “cartoleiros” entediados de Stanford resolveram usar a tecnologia da época para se dar bem num concurso sobre basquete, eles jamais poderiam apostar que estariam transformando para sempre a história da tecnologia.

Referências

A história do Google – 1995 – 2014

Conheça a história dos buscadores e veja como o Google alcançou o topo

BARRETO, Alesandro Gonçalves; WENDT, Emerson; CASELLI, Guilherme. Investigação Digital em Fontes Abertas. Rio de Janeiro: Braspot. 2017.

KUPPERBERG, Paul. Jerry Yang. Infobase Publishing, 2009

How They Created – Yahoo | Jerry Yang and David Filo | yahoo start up story

BATTELLE, John. The Search: How Google and Its Rivals Rewrote the Rules of Business and Transformed Our Culture. Portfolio. 2006

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Bruno Seidel

É fã de super-heróis japoneses, quadrinista nas horas vagas e entusiasta de futurismo. É sócio-fundador do Zoonk (zoonk.org). Trabalha como profissional de Criação na Assessoria de Comunicação e Marketing da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc).

ARTIGOS RELACIONADOS

Comentários no Facebook