biotecnologia
Ciência

Como a biotecnologia irá transformar a maneira como nos alimentamos no futuro

Cientistas estão criando uma série de produtos biotecnológicos para consumo

A biotecnologia é um campo multidisciplinar que usa sistemas biológicos ou organismos vivos para desenvolver produtos capazes de melhorar nossas vidas e a saúde de nosso planeta. Esta área de pesquisa começou a se desenvolver nas últimas décadas, tendo como marco referencial o Projeto Genoma Humano.

O programa (1993-2000) transformou as quatro letras do alfabeto (código) genético (Adenina, Guanina, Citosina e Timina) em “zeros” e “uns” para que os computadores pudessem entender. Com seu encerramento, a genômica – a base de toda a vida – se transformou em tecnologia da informação.

Atualmente, cientistas, pesquisadores e empreendedores estão desenvolvendo uma série de produtos biotecnológicos para consumo. As invenções, que vão desde bebidas proteicas feitas de algas até biocomputadores líquidos, prometem transformar completamente nossas vidas nos próximos anos.

O impacto biotecnologia no consumo de alimentos

No texto de hoje, veremos como a biotecnologia tem potencial para transformar três alimentos essenciais de nosso cotidiano. Conheça a seguir um pouco mais sobre esta fascinante revolução que está apenas começando.

1. Leite produzido sem vacas

Muitas pessoas acreditam que, no futuro, não mais dependeremos dos animais para produzir nossos alimentos, pois seremos capazes – nós mesmos – de produzir as vitaminas e proteína que necessitamos. A indústria da agricultura celular é, certamente, uma das maiores manifestações da economia pós-animal.

Este recente campo utiliza a biotecnologia para produzir proteínas e biomoléculas tipicamente derivadas de animais. A técnica permite preparar alimentos e bebidas de forma local e sustentável, diminuindo o uso de terra, reduzindo o consumo de energia e aliviando o impacto ambiental da pecuária.

A Perfect Day é, talvez, um dos grandes nomes da agricultura celular. A empresa produz leite sem precisar de uma única vaca. O produto contém as mesmas proteínas que o leite produzido pela vaca, não tem lactose nem colesterol, e, ainda por cima, tem uma vida de prateleira de seis meses.

biotecnologia leite

A Perfect Day produz leite sem precisar de uma única vaca (Crédito: Perfect Day)

Estamos criando uma maneira melhor de produzir proteínas lácteas – as mesmas proteínas nutritivas encontradas no leite de vaca. E estamos fazendo isso sem a ajuda de uma única vaca. – Perfect Day 

Em vez de ordenhar vacas, a empresa desenvolveu um processo que usa leveduras e técnicas de fermentação para criar as mesmas proteínas lácteas que os bovinos produzem. As proteínas fabricadas pela empresa servem inclusive para outros produtos lácteos, como queijos, iogurtes, achocolatados e sorvetes.

2. Carne produzida sem gado

Você comeria carne cultivada em laboratório? Embora a maioria das pessoas permaneça resistente à ideia, tudo indica que consumir carne produzida em laboratórios será bastante comum nos próximos anos, especialmente se dependermos da Memphis Meats.

A empresa arrecadou recentemente US$ 17 milhões de investidores, incluindo nomes como Bill Gates (Microsoft) e Richard Branson (Virgin Group), para transformar a maneira como consumimos carne. As próximas metas incluem desenvolver um produto viável para consumo até 2022.

biotecnologia carne

A Memphis Meats pretende transformar a maneira como consumimos carne (Crédito: Memphis Meats)

Hoje, os cientistas conseguem extrair células de animais a partir de pequenas biópsias, para, em seguida, cultivá-las em laboratório. Este sistema como um todo tem imenso potencial para produzir carne local, barata e escalável, o que seria bastante conveniente para os consumidores.

3. Clara de ovo produzida sem galinhas

Clara Foods acredita que os modelos atuais de produção de ovos serão insuficientes para sustentar as necessidades alimentares mundiais nos próximos anos. Por isso, a empresa reuniu uma nova geração de empresários e cientistas para oferecer uma solução viável: criar a primeira clara de ovo livre de animais.

biotecnologia ovos

Merengues feitos com claras livres de animais (Crédito: Clara Foods)

Nós estamos trazendo uma clara de ovo à mesa que é produzida completamente livre de animais, usa menos entradas de terra e água, combinando o gosto, o valor nutricional e as propriedades culinárias únicas das claras de ovo de galinha. – Clara Foods

Hoje, a Clara Foods está desenvolvendo uma nova linha de ingredientes para substituir as claras em diversas aplicações, como bolos, merengues e macarrões. A equipe da empresa consegue criar claras com propriedades específicas (volume, espuma e textura) para as necessidades de cada cliente.

O futuro da biotecnologia

Em tempos em que a biologia moderna já se tornou um ramo da tecnologia da informação, avançando em ritmo exponencial, parece não haver dúvida de que a biotecnologia realmente transformará a maneira como nos alimentamos no futuro.

Resta agora saber quando as pessoas passarão a consumir os produtos biotecnológicos.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Futuro Exponencial é um site dedicado a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade. Contate-nos: contato@futuroexponencial.com

Comentários no Facebook