Ciência

Agência Espacial Europeia lança missão com destino a Mercúrio

A Agência Espacial Europeia (ESA) acaba de lançar uma ambiciosa missão a Mercúrio. Duas sondas foram enviadas para explorar o planeta escaldante, cuja temperatura da superfície chega a 450 ºC. Em síntese, o objetivo da missão é descobrir se existe água no corpo celeste mais próximo do Sol.

A missão BepiColombo decolou do Centro Espacial de Kourou, na Guiana Francesa. O foguete Ariane 5 transportou dois orbitadores científicos: Mercury Planetary Orbiter e Mercury Magnetospheric Orbiter. Conforme a ESA, ambas as espaçonaves deverão chegar ao planeta no final de 2025.

Há um longo e excitante caminho à nossa frente antes de BepiColombo começar a coletar dados para a comunidade científica.  Günther Hasinger (Diretor de Ciência da ESA)

A missão BepiColombo decolou do Centro Espacial de Kourou (Crédito: ESA)

Existe água em Mercúrio?

Embora seja coordenada pela ESA, a missão contará com o apoio da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA). Juntas, as agências deverão se certificar que as espaçonaves suportem as escaldantes temperaturas de Mercúrio. Em resumo, os planos iniciais envolvem coletar dados por ao menos um ano.

lançamento do BepiColombo é um enorme marco para a ESA e a JAXA. – Jan Wörner (Director-Geral da ESA)

Os cientistas da ESA esperam que a missão confirme se existe água em Mercúrio. Apesar de o planeta estar perigosamente perto do Sol, sua inclinação sugere que algumas áreas estão permanentemente à sombra. Além disso, as temperaturas podem cair para – 180 ºC, permitindo a formação de gelo.

A missão BepiColombo

O nome BepiColombo é uma homenagem a Guiseppe “Bepi” Colombo. Falecido em 1984, o cientista italiano teve um importante papel na Mariner 10. Graças a seus cálculos, a sonda conseguiu entrar em órbita com Mercúrio e visitar o planeta escaldante em 1974. Só que jamais chegou a realmente explorá-lo.

Até hoje, a única espaçonave a explorar Mercúrio foi a Messenger. A nave espacial da NASA orbitou a planeta entre 2011 e 2015, coletando dados importantes. No entanto, de acordo com os especialistas da ESA, a Messenger foi apenas um aperitivo. Para eles, a BepiColombo será, de fato, o prato principal.

Messenger nos disse muito, mas também levantou mais perguntas. – Emma Bunce (Professora da Universidade de Leicester, que construiu um dos instrumentos a bordo)

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Redação

Futuro Exponencial é um site que se dedica a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Comentários no Facebook