mundo
Cultura

Esses 5 gráficos revelam que o mundo é muito melhor do que imaginamos

Nossa geração está herdando inúmeras oportunidades de transformar o planeta

Estamos vivendo em uma época extraordinária. Nossa geração está herdando mais oportunidades de transformar o mundo do que qualquer outra. Há quem acredite que este é, definitivamente, o melhor momento para se viver. E, é claro, há também quem acredite que nada está bom.

O que leva algumas pessoas a pensar de forma tão negativa? A resposta não é tão simples quanto aparece e reflete, muitas vezes, a história pessoal de cada um. As dificuldades pelas quais passamos, as angústias que vivenciamos e os sonhos que não concretizamos podem nos levar a pensar negativamente.

Em maior ou menor grau, acabamos também sendo influenciados pela mídia. Você já deve ter notado que os meios de comunicação preferem nos alimentar com histórias negativas, não é mesmo? Existe uma boa razão para isso: é para estas notícias que nossas mentes direcionam sua atenção.

No mundo acelerado de hoje, nossos sentidos recebem mais informação do que conseguimos processar com nossas mentes. E como para nós, seres humanos, nada é mais importante do que sobreviver, a primeira parada de toda esta informação é uma antiga parte do lobo temporal. Seu nome? Amígdala.

mundo amígdala

A amígdala é o nosso primeiro detector de alerta. É o nosso sensor de perigo. Ela é responsável por classificar e examinar todo tipo de informação procurando por algo no meio ambiente que possa nos ferir. É ela que nos leva prestar 10 vezes mais atenção em notícias negativas do que em positivas.

Não admira que as pessoas pensem que o mundo está piorando quando a arquitetura de filtragem de nossos cérebros é estruturalmente pessimista; quando as boas notícias são abafadas pela mídia; quando nossos instintos de sobrevivência nos levam a acreditar que estamos no fundo do fosso.

Mas… o mundo é muito melhor do que imaginamos

Na contramão do pensamento majoritário, o futurista Peter Diamandis não acredita que o mundo esteja piorando. Para ele, nunca houve melhor período para viver do que hoje. E sua convicção é reforçada por uma série de dados e gráficos que, juntos, formam o que ele denomina evidências da abundância.

Os cinco gráficos a seguir revelam que o mundo está realmente melhorando em cinco campos essenciais:

1. Economia global

Nos últimos 200 anos, o PIB mundial disparou 100 vezes. A humanidade nunca foi mais próspera e produtiva como hoje. O gráfico a seguir revela a produção econômica por pessoa em todo o mundo nos últimos 2.000 anos.

Como é possível observar, há um crescimento exponencial independentemente da guerra, da fome ou da doença. Não há sinais de desaceleração. E grande parte deste crescimento econômico se deve à tecnologia:

mundo graph1

2. Saúde

As taxas de mortalidade caíram precipitadamente nos últimos 300 anos. O gráfico a seguir revela a expectativa de vida de vários países. Há 100 anos, uma criança nascida na Índia viveria até, em média, 23 anos de idade. Hoje, a expectativa de vida na Índia simplesmente triplicou:

mundo graph2

3. Meio ambiente

Diamandis relembra que 150 países assinaram o Protocolo de Montreal (1987) para evitar o esgotamento da camada de ozônio. Estima-se que, sem este acordo, o planeta teria sido cerca de 4 graus mais quente até 2050, resultando em eventos climáticos mais extremos como secas, inundações e furacões.

O protocolo também teria prevenido 280 milhões de casos de câncer de pele, 45 milhões de cataratas e 1,5 milhão de mortes por câncer de pele entre sua assinatura (1987) e 2050. Esse gráfico mostra como taxa de mortalidade anual global por catástrofes naturais despencou no último século:

mundo graph3

4. Energia 

O acesso à eletricidade é forte indicador do crescimento econômico, dos padrões de vida e do alívio da pobreza. A boa notícia é que, mesmo com o crescimento populacional, o número absoluto de pessoas sem acesso à eletricidade está caindo. Nunca como hoje as pessoas tiveram tanto acesso à eletricidade.

A Índia, que tinha apenas 45% de acesso à eletricidade em 1990, passou para quase 80% em 2014. O Afeganistão passou de 0,16% em 2000 para 89,5% da população em 2014 (apenas 14 anos!). O gráfico a seguir demonstra como várias regiões do mundo estão atendendo suas necessidades energéticas:

mundo graph4

5. Alimentação

Apesar das notícias negativas, a humanidade está progredindo constantemente no domínio da escassez de alimentos e da fome. Como se pode observar no gráfico a seguir, 18,6% da população mundial estava subnutrida em 1991. No entanto, esta patamar caiu para 10,8% em 2015:

mundo graph5

Os gráficos revelam que o mundo está longe de ser perfeito, mas está muito melhor do que imaginamos. O impacto das tecnologias exponenciais e o mindset da abundância  internalizado cada vez mais entre empreendedores e empresários estão contribuindo para aprimorar cada um destes cinco campos.

Logo, embora a amígdala seja importante para nossa sobrevivência, não podemos permitir que ela direcione nossa atenção somente para as notícias negativas. Não podemos deixá-la distorcer nossas perspectivas sobre o futuro e inibir nossa capacidade de causar impacto positivo.

Somos capazes de muito mais. Por que não ver desafios como aprendizados? Por que não enxergar problemas como oportunidades? Se este, como acredita Peter Diamandis, é realmente o momento mais emocionante para estar vivo, o futuro, sem dúvida, será ainda mais emocionante do que o presente.


Para ver mais gráficos, confira o artigo de Peter Diamandis, disponível na íntegra aqui.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER SEMANAL

Futuro Exponencial é um site dedicado a cobrir os mais recentes avanços tecnológicos e seus potenciais impactos para o futuro da humanidade. Contate-nos: contato@futuroexponencial.com

Comentários no Facebook